Quem sou

perfil 2020

Sou professor universitário de Literatura da Universidade Federal do Pará – Campus de Bragança.

Terminei recentemente o Doutorado em Teoria e História Literária na UNICAMP, com orientação do Professor Dr. Márcio Seligmann-Silva. Fiz estágio Sanduíche na Universidade Livre de Berlin nos semestres de Verão 2015 e Inverno 2015/16, sob a supervisão/orientação da Professora Doutora Suzanne Klengel.

Para saber mais sobre minha atuação na área acadêmica, veja meu currículo na plataforma lattes, meu perfil público na UFPA e meu perfil da rede social de pesquisadores.

Tenho alguns livros publicados. Alguns poemas e contos foram publicados em sites, blogs, revistas virtuais, livros e antologias.

Recebi algumas outorgas resultantes de concursos literários, sendo a mais importante delas o 1º lugar ‘Estilo Moderno’ no IX Concurso Nacional de Poesias – Irene Santini, organizado pela Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande, quando eu tinha 17 anos e a premiação que meu pequeno Canto Peregrino a Jerusalém Celeste recebeu em Portugal, na década passada.

Também atuei/atuo como editor. Tendo organizado algumas antologias, atuado na edição de vários livros individuais para a Editora Literacidade e alguns poucos para a Editora Pará.grafo. Entre outras publicações.

Além disso, sou treineiro em Artes Visuais. Tendo participado de uma exposição coletiva em 2019, na Galeria Vitória Barros, em Marabá, concluído algumas obras avulsas e ministrado oficina e disciplinas na área.

Redes sociais:

Perfil no Facebook (lotado), página no Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin.

Abilio Pacheco

98 respostas para “Quem sou”

  1. Prezado Sr. Abílio Pacheco.
    Antes de qualquer comentário, desejo-lhe meus parabéns pelo seu belo currículo. O Brasil carece de intelectuais
    verdadeiros para enaltecer a mediocridade. E ela, pelo jeito, vence.
    Assim como o senhor, adentro-me à cultura por meio da arte de pintar. Sou natural de Pôrto Alegre, lá estudei
    e trabalhei em publicidade. Selecionei cada amigo meu e tive a sorte de pertencer a um grupo que participava
    ativamente na cultura, incluindo-se o Luiz Fernando Veríssimo, com o qual trabalhei tres anos na Livraria Globo.
    Os anos e ambições nos separaram. Casei com um paulistano e vim morar na “Desvairada Paulicéia”. Foi difícil,
    muito difícil separar-me das raízes, tradições e costumes gaúchos. Hoje, depois de quarenta anos em São Paulo,
    não poderia mais me separar dela.
    Para terminar, algum dia, quem sabe, podemos unir o útil ao agradável: literatura versus ilustração.
    Um grande abraço, e mais uma vez, PARABÉNS!
    Atenciosamente,
    Asta Gatz Birle

    Curtir

  2. Parabéns pelo seu trabalho, sou aluna de letras e vou iniciar meu projeto de monografia agora, mas não consigo chegar a conclusão de um bom tema… Você teria alguma dica para me dar? Sobre algúm livro atual, algo assim?

    Desde já agradeço muito!
    Obrigada,
    Aline

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s