Não haverá aplausos para os docentes

Recebi pelo facebook. Para não perder, trouxe para cá.

NÃO HAVERÁ APLAUSOS PARA OS DOCENTES

De um dia para o outro, os professores montaram todo um sistema de educação remota obrigatória, para continuar a sua missão de vida a partir de casa… Com dedicação!!!!Materiais? Seu computador privado e pessoal; sua internet, sua luz … pagas do próprio bolso.Espaços? A sala de sua casa, que a torna pública a desconhecidos, a intimidade de sua casa.Direitos autorais? Cedidos! Pesquisas, imagem, textos, tarefas…Exigências? Muitas!!!! Reclamações de todos a todo momento, sem sensibilidade alguma ao esforço súbito a que estamos submetidos!A escola na sala de casa nunca acaba.Um milhão de e-mails para atender… grupos pelo WhatsApp, chamadas, atendimento personalizado, aproximando-se da função tutorial… reuniões a qualquer hora, mensagens de toda ordem…Pressões, assédio, ameaças…Gestores, Alunos, Famílias, Sociedade… nós professores, estamos trabalhando…Na verdade multiplicamos por muito as nossas horas de trabalho, pois agora esclarecemos as dúvidas um a um, corrigimos as tarefas uma a uma, sem acréscimo salarial ou mero reconhecimento ou agradecimento por isso… Nos doamos para além do conteúdo, sem falar sobre as orientações de ordem psicológica, dentro da compreensão de fazer com que os nossos alunos vejam a transcendência do que estamos vivendo…

NÃO HAVERÁ APLAUSOS PARA OS DOCENTES!Mas eu aplaudo os professores! Eu aplaudo os meus colegas. Eu aplaudo os professores dos meus filhos !!! Eu aplaudo os professores com todas as minhas forças! Por brindar à educação, o lugar que lhe cabe nesta época de crise…Fazemos parte da história… Ainda que não sejamos aplaudidos!!!!! Eis aqui um milhão de aplausos para todos nós! 
COPIA E COLA NO TEU MURAL

11 Opiniões sobre Ensino Remoto

Resolvi trazer para cá algumas 11 opiniões que li no Twitter sobre o Ensino Remoto Emergencial que as universidades começaram a implementar. Elas não representam necessariamente as minhas opiniões. Estão aqui porque podem representar um pensamento corrente a respeito do tema. Ironias não foram descartadas, mas “discurso de ódio”, apologias a isto ou aquilo, ofensas e palavrões foram filtrados. Apesar disso, os comentários às postagens fazem parte do imponderável.

Cursos gratuitos online (1)

Agosto chegando. Semestre seguindo ou começando.
Que tal usar parte do tempo para fazer um curso livre via internet?
Seguem os links de seis instituições que forem muitas opções.

– UEPG – https://ead.uepg.br/site/moocs
– Portal Trilhas – https://portaltrilhas.org.br/inicio
– Polo – Itaú – https://polo.org.br/educacao-na-pandemia
– Escolas conectadas https://www.escolasconectadas.org.br
– Lumina – UFRGS – https://lumina.ufrgs.br/course/view.php?id=84
– UFSCAR – https://cursos.poca.ufscar.br/login/signup.php

Cursos gratuitos. Com certificados gratuitos.
Em breve, posto mais seis

A gente não quer só chibé

A gente não quer só chibé é um podcast de Literatura da Amazônia Paraense resultado de um projeto de extensão da Faculdade de Letras Língua Portuguesa do campus de Bragança da Universidade federal do Pará. Coordenado pelo Professor Abilio Pacheco e tem como objetivo entrevistar autores e autoras paraenses de literatura, e também pesquisadores e pesquisadoras que desenvolvem ou desenvolveram pesquisas sobre estes autores e autoras.

Agradecemos a Tony Soares, cantor e compositor bragantino, por nos ter gentilmente cedido o uso de uma de sua composições para usarmos em nosso podcast.

Episódio 06 – Márcia Kambeba (Entrevista sobre literatura indígena) A gente não quer só chibé – Podcast de literatura da amazônia paraense

A gente não quer só Chibé – podcast de literatura da Amazônia Paraense – é um projeto de extensão da Faculdade de Letras Língua Portuguesa do campus de Bragança da Universidade federal do Pará. O projeto é coordenado pelo Professor Doutor Abilio Pacheco e tem como objetivo entrevistar autores e autoras paraenses de literatura, e também pesquisadores e pesquisadoras que desenvolvem ou desenvolveram pesquisas sobre estes autores e autoras. Neste sexto episódio, a entrevista é com Márcia Kambeba, escritora, poeta.  A entrevista foi realizada através de troca de mensagens de áudio via aplicativo social pela bolsista de extensão Sharinna Maia. Mantemos o distanciamento social recomendado e exigido para esses tempos de suspensão de atividades presenciais em decorrência do novo coronavírus causador da COVID-19. Aceitamos sugestões de nomes de autores e autoras da amazônia paraense e de pesquisadores e pesquisadoras (paraenses ou não) que tenham produzido pesquisas ou estejam pesquisando autores e autoras paraenses vivos/vivas.
  1. Episódio 06 – Márcia Kambeba (Entrevista sobre literatura indígena)
  2. Episódio 05 – Diego Wayne (entrevista – Livro Coração de Unicórnio)
  3. Episódio 04 – Francisca Cerqueira (entrevista – obra Feminino em Movimento)
  4. Episódio 03 -Rosenilde Oliveira (sobre a obra de Francisca Cerqueira)
  5. Episódio 02 – Karla Ferreira (entrevista) – a gente não quer só chibé

Em prosa e verso 08 11232019

Sínteseassista em vídeoouça em áudioouça em podcast – edições anteriores


Aqui estão os links para você acompanhar a SÉTIMA edição do programa “EM PROSA E VERSO” que vai ao ar nas manhãs de sábado pela Web Rádio Líder Marabá (facebook) Direção: Abilio Pacheco. Apresentação: Lene Sousa.

Nesta oitava edição, recebemos o escritor, cronista e advogado 
Valdinar Monteiro de Souza.

foto parede

 

Se você deseja apenas ouvir esta edição, baixar no celular para ouvir depois é só ir em nosso álbum online.

Mas se prefere assistir ao programa, você pode assistir no canal do programa no Youtube. Você também pode assistir no perfil da Web Rádio Líder Marabá no facebook onde também está toda a programação da webrádio.

A partir desta edição os programas poderão ser escutados como Podcast usando os principais agregadores. 

Os vídeos dos programas anteriores também serão colocados no canal do youtube conforme nossa possibilidade de tempo. Este foi o sétimo programa e contamos com o importante patrocínio de

Patrocinio

Sérgio, Beija-flor-poeta, reside em Munique na Alemanha. É autor dos livros: Pétala por pétala e Ainda somos escravos e dos bilíngues (português e alemão): A dança das Flores / Tanz der Blumen e As caravelas da poesia / Die Karavellen der Poesie. Ele é Doutor Horonis Causa em Artes Plásticas, pelo Centro Sarmathiano de Estudos Filosóficos e Históricos, dentre outras premiações. Conheça o trabalho dele em seu instagram: @sbeija.

Registramos aqui os agradecimentos aos nossos parceiros desta edição:
Livraria Café (livros novos e usados);
– Canal do youtube Conta Gabi;
– Jornal A voz do Pará;
– Designer Jeani Cantanhede; e
Programa do Pacheco.

Qualquer sugestão, pedidos de alô ao vivo, informes culturais… favor enviar para meu Instagram.

fly 2311