abilio pacheco

professor de literatura (ufpa), escritor e revisor de textos

Archive for the ‘eventos academicos’ Category

Dezcaminhos da criação literária

Posted by Abilio Pacheco em 21 de abril de 2013

Dezcaminhos da criação literária
Por Abilio Pacheco

– afinal, o que escrever?
– o que ler? quem ler?
– a experiência pessoal conta?
– perguntas e respostas dos neófitos;
– notas sobre a mixórdia;
-> tragam suas ferramentas!

Dia 02 de maio na UFPA – Bragança – Manhã // Capanema – noite

Carga horária 3 horas – vagas limitadas

Inscrição: R$ 10,00 (certificação na hora)
Faça sua inscrição antecipada por R$ 7,00
Em Bragança: Ana Lúcia: 8283-4835
Em Capanema: Luana Fontel: 8355-6909
ou Simone Vieira: 8293-5474

Haverá sorteio de livros e o valor da inscrição poderá ser usado como crédito para compra de livros da editora e do abilio
(e também sessão de autógrafos do romance “Em Despropósito (mixórdia)” e do livro de poemas “Canto peregrino a Jerusalém celeste

Realização: Editora LiteraCidade – http://www.literacidade.com.br

Posted in eventos academicos | Leave a Comment »

III Ciclo Impertinente

Posted by Abilio Pacheco em 24 de março de 2013

III Ciclo (im)Pertinente – Arte e Narrativa – Memórias do Intraduzível
Certificação (30 horas)

Segunda 01 de Abril

Manhã –  Credenciamento – Hall do Campus de Bragança (UFPA)
Inscrições pelo blog ou na manhã do dia 01 no Hall do Campus

Tarde

14:00 – Mesa de Abertura
15:00 Conferência de Abertura

CINEMA-DOCUMENTÁRIO: NARRATIVAS DE SEGREGAÇÃO E DE RESISTÊNCIA NO ESPAÇO URBANO CARIOCA
Maurício Beck (FAPERJ/LAS-UFF)

17:00 Comunicações coordenadas

A PERSONAGEM INFANTIL EM NARRATIVAS DE CATÁSTROFE E NO CINEMA DE RESISTÊNCIA
Lenice Andrade (Graduação/UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

O OLHAR DA CRIANÇA EM NARRATIVAS DE CATÁSTROFE: REALIDADES E REPRESENTAÇÕES
Marcela Maués (Bolsista de IC PIBIC-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

19:00 Exibição de Filme/Documentário

Terça 02 de Abril

8:00 – Mesa de Trabalhos – Extensão de aula: Representações intelectuais em narrativas contemporâneas
Apresentações Coordenadas por Abilio Pacheco:
Ana Paula, romance Pessach, de Carlos Heitor Cony.
Ana Lúcia, romance Benjamim, de Chico Buarque
Gilmara, romance Horas Nuas, de Lygia Fagundes Teles

11:00 – Conferência – Professora Drª Tânia Sarmento-Pantoja (UFPA)

14:00 Exibição de Filme/documentário

15:00 Sessão de Comunicações coordenadas

NARRATIVAS E FOTOGRAFIAS: memórias do tempo vivido na ruína “Casa e Bazar Nazaré de Izidoro Cunha Júnior”, em Santana do Capim-PA
Adão Souza Borges
Mestrando em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)

A RESISTÊNCIA PELA ARTE, NO ROMANCE CINZAS DO NORTE
Veridiana Valente PINHEIRO – UFPA

A FIGURAÇÃO DO NARRADOR E DO LEITOR NOS ROMANCES CINZAS DO NORTE E CHOVE NOS CAMPOS DE CACHOEIRA.
Regina COSTA (UFPA)
Veridiana Valente PINHEIRO (UFPA)

17:00 Comunicações coordenadas

COMO NARRAR A VIOLÊNCIA QUANDO NÃO É POSSÍVEL FALAR? REFLEXÕES SOBRE A CONTÍSTICA PÓS 64
Suelen Monteiro

O ESPÍRITO DO TEXTO: UM ESTUDO SOBRE A TRADUÇÃO DO ROMANCE TRISTESSA
Neuton Filho

O SIGNIFICADO DE RESISTÊNCIA POÉTICA NA RELAÇÃO TRADUTÓRIA DE RILKE NA AMAZÔNIA
Jairo Vansiler

19:00 – Palestra: A gênese da mixórdia por Abilio Pacheco

Lançamento do Romance Em Despropósito (mixórdia) e do livro de poemas Canto peregrino a Jerusalém Celeste
Bate-papo, leitura de trechos e sessão de autógrafos

Quarta 03 de Abril

8:00 – Mesa de Trabalhos – Extensão de aula – Representações Fragmentárias da Sociedade Brasileira
Apresentações Coordenadas por Abilio Pacheco
Caroline Micilene, romance Ensaio Geral, de Antonio Marcello,
Raísa Guedes, romance O Minossauro, de Benedicto Monteiro,
Fernanda Ramos, Verdes Anos, Luiz Fernando Emediato.

11:00 Conferência Prof Augusto Sarmento-Pantoja (Doutorando DTHL-UNICAMP)

14:00 Exibição de Filme/Documentário

16:00 Comunicações coordenadas

IMAGINÁRIO E REPRESENTAÇÃO DO FEMININO NA MITOPOESE DA MATINTAPERERA
Fernando Alves da Silva Júnior
Mestrando em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Dra. Maria do Perpétuo Socorro Galvão Simões (UFPa)- Orientadora

RASTROS DE RESISTÊNCIA: MARUJADA DE SÃO BENEDITO EM CRÔNICAS DA REVISTA BRAGANÇA ILUSTRADA
Larissa FONTENELE
Mestranda em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

O SURGIMENTO DE UMA VIDA SINGULAR: UM ESTUDO SOBRE A INFÂMIA EM ENEIDA DE MORAES E LYGIA FAGUNDES TELLES
Lilian Lobato do Carmo
Mestranda em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

17:00 Conferência de encerramento

Posted in eventos academicos | Leave a Comment »

em 4 Ciella

Posted by Abilio Pacheco em 15 de fevereiro de 2013

PROGRAMAÇÃO

DIA 23/04/2013

Credenciamento: 08h00 às 12h00;

Almoço: 12h00 às 14h00;

Solenidade de Abertura: 14h30min às 15h30min;

Conferência inaugural: 16h00 às 17h30 min – Profa. Dra. Inocência Mata (conferencista) e Prof. Dr. Roberto Acízelo de Souza (mediador)

Intervalo: 17h30min às 18h00;

Mesas-redondas: 18h00 às 19h30min;

MESA 1: ENSINO DE LÍNGUA:
Profa. Dra. Cristina Sims (Novo México) e Profa. Dra. Maria do Socorro Pimentel (UFG) – Mediação: (Aguardando confirmação);

MESA 2: CRÍTICA LITERÁRIA E CÂNONE:
Prof. Dr. João Cezar Castro Rocha (UERJ) e Prof. Dr. José Luis Jobim (UERJ) – Mediação: Prof. Dr. Luís Bueno (UFPR);

MESA 3: TRADUÇÃO:
Profa. Dra Sandra Goulart (UFMG) e Prof. Dr. Marcelo Jacques de Moraes (UFRJ) – Mediação: Profa. Dra. Izabela Leal (UFPA);

MESA 4: LINGUÍSTICA TEXTUAL E ANÁLISE DISCURSIVA:
Prof. Dr. Sirio Possenti (UNICAMP) e Prof. Dr. Luis Passeggi (UFRN) – Mediação: Prof. Dr. Thomas Massao (UFPA);

MESA 5: LITERATURA E RESISTÊNCIA:
Prof. Dr. Allison Leão (UEA) e Prof. Dr. Horst Nitchack (Universidade do Chile) – Mediação: Profa. Dra. Tânia Maria Sarmento-Pantoja (UFPA);

Apresentação musical: 19h45min às 20h30min.

DIA 24/04/2013

Mesas-Redondas: 08h30min às 10h00;

MESA 1: LÍNGUAS EM USO:
Prof. Dr. Dermeval da Hora (UFPB) e Profa. Dra. Carmen Lúcia Barreto Matzenauer (Universidade Católica de Pelotas) – Mediação: Profa. Dra. Marília de Nazaré Oliveira Ferreira (UFPA);

MESA 2: A LITERATURA E A FORMAÇÃO DA NAÇÃO EM PAÍSES LATINO AMERICANOS:
Profa. Dra Alícia Salomone (Universidade do Chile), Prof. Dr. Roberto Acízelo de Souza (UERJ) e Prof. Dr. Eduardo de Faria Coutinho (UFRJ) – Mediação: Profa. Dra Marilene Weinhardt (UFPR);

MESA 3: IMAGENS DE LEITURA E ESCOLA:
Prof. Dr. César Augusto Castro (UFMA) e Profa. Dra. Célia Delácio Fernandes (UFGD) – Mediação: Profa. Dra Valéria Augusti (UFPA);

MESA 4: SOCIOLINGUÍSTICA:
Profa. Dra. Rosário Alvarez (Universidade de Santiago de Compostela) e Prof. Dr. Clézio Roberto Gonçalves (UFOP) – Mediação: Profa. Dra. Marilúcia Barros (UFPA);

MESA 5: ENSINO E APRENDIZAGEM:
(Aguardando confirmação) e Profa. Dra. Eliane Lousada (USP) – Mediação: Prof. Dr. José Carlos Cunha (UFPA);

Intervalo: 10h00 às 10h30min;

Minicursos: 10h30min às 12h30;

MINICURSO 1: FONOLOGIA APLICADA AO ENSINO:
Prof. Dr. José Sueli Magalhães (UFU);

MINICURSO 2: QUESTÕES DE SOCIOLINGUÍSTICA E ENSINO:
Prof. Dr. Marco Antônio Martins (UFRN);

MINICURSO 3: SINTAXE E O CONTEXTO ESCOLAR:
Profa. Dra. Iaci Abdon (UFPA);

MINICURSO 4: LITERATURA COMPARADA:
Profa. Dra. Helena Bonito Couto Pereira (Mackenzie);

MINICURSO 5: AMAZÔNIA EM NARRATIVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA: 1850 – 1950:
Profa. Dra. Marlí Tereza Furtado (UFPA);

MINICURSO 6: NARRATIVAS ORAIS:
Profa. Dra. Maria do Perpétuo Socorro Galvão Simões (UFPA).

Simpósios Temáticos: 10h30min às 12h00min;

ESTUDOS LINGUÍSTICOS

ST-01 LINGUÍSTICA: DISCURSO E FRONTEIRAS MÓVEIS
Coordenadores: Ana Paula El-Jaick(UFJF) e Carla Barbosa Moreira(UFF/CAPES)

ST-02 LINGUÍSTICA: ENSINO DE LÍNGUAS: ENCAMINHAMENTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS E FORMAÇÃO DOCENTE
Coordenadores: Célia Maria Medeiros Barbosa da Silva (UNP) e João Gomes da Silva Neto (UFRN)

ST-03 LINGUÍSTICA: DIFERENÇAS LINGUÍSTICAS E CULTURAIS E A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES NAS AMAZÔNIAS
Coordenadores: Gilson Penalva (UFPA) e Eliane Pereira Machado Soares (UFPA)

ST-04 LINGUÍSTICA: OS ESTUDOS LINGUÍSTICOS NO BRASIL: HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E IDEOLOGIA
Coordenadores: Ricardo Cavaliere (UFF) e Neusa Maria Bastos (PUC-SP/UPM)

ST-05 LINGUÍSTICA: GÊNEROS E ESTILO
Coordenadores: Elis de Almeida Cardoso (USP) e Álvaro Antônio Caretta (UNIFESP)

ST-06 LINGUÍSTICA: NARRATIVAS E MÚSICAS INDÍGENAS: ABORDAGENS LINGUÍSTICAS
Coordenadores: Cristina Martins Fargetti (UNESP/Araraquara) e Lucy Seki (UNICAMP)

ST-07 LINGUÍSTICA: O DISCURSO DO ESPORTE
Coordenadores: Ricardo Gualda (UFAL) e Luciane Corrêa Ferreira (UFMG)

ST-08 LINGUÍSTICA: FUNCIONALISMO E COGNIÇÃO – INTERFACES
Coordenadores: Maria Angélica Furtado da Cunha (UFRN) e Mariangela Rios de Oliveira (UFF)

ST-09 LINGUÍSTICA: FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE DOCENTES DE LÍNGUAS: POLÍTICAS PÚBLICAS, TEORIAS E PRÁTICAS
Coordenadores: Leandra Ines Seganfredo Santos (UNEMAT) Rosinda Guerra Ramos (PUC-SP)

ST-10 LINGUÍSTICA: LENGUAS ARAWAKE DEL ATABAPO – RIO NEGRO: GÉNESIS, SEPARACIÓN Y REENCUENTRO
Coordenadores: Esteban Emilio Mosonyi (Universidad Central de Venezuela) e María Suárez (Universidad Central de Venezuela)

ST-11 LINGUÍSTICA: FORMAÇÃO, SABERES E LINGUAGENS
Coordenadores: Claudio Luiz Abreu Fonseca (UFPA), Nilsa Brito Ribeiro (UFPA) e Isabel Cristina França dos Santos Rodrigues (UFPA)

ST-12 LINGUÍSTICA: ENSINO APRENDIZAGEM DE LÍNGUAS ADICIONAIS NA E PARA A CONTEMPORANEIDADE
Coordenadores: Lívia Márcia Tiba Rádis Baptista (UFC), Kleber Aparecido da Silva (UNB) e João da Silva Araújo Júnior (UFMA)

ST-13 LINGUÍSTICA: SINTAXE EM FOCO
Coordenadores: Nilza Barrozo Dias (UFF) e Edila Vianna da Silva (UFF/ UFRJ)

ST-14 LINGUÍSTICA: LÍNGUAS EM CONTATO: AS LÍNGUAS DE HERANÇA EM CONTATO COM O PORTUGUÊS
Coordenadores: Silvia Lucia Bijongal Braggio (UFG), Sinval Martins de Sousa Filho (UFG) e Eunice Dias de Paula (UFG)

ST-15 LINGUÍSTICA: A CORRELAÇÃO ENTRE A EXPRESSÃO DA PESSOA E OUTROS FENÔMENOS GRAMATICAIS EM LÍNGUAS INDÍGENAS
Coordenadores: Walkiria Neiva Praça (UNB), Francisco Queixalós (CNRS/IRD) e Marina Maria Silva Magalhães (UNB)

ST-16 LINGUÍSTICA: GÊNEROS TEXTUAIS: PERSPECTIVAS E ABORDAGENS NAS PRÁTICAS DE LETRAMENTO
Coordenadores: Adair Vieira Gonçalves (UFGD/CNPq) e Regina Celi Mendes Pereira (UFPB/CNPq)

ST-17 LINGUÍSTICA: MEDIAÇÃO EM AMBIENTES VIRTUAIS DE ENSINO-APRENDIZAGEM
Coordenadores: Ana Lygia Almeida Cunha (UFPA) e Maria Cristina Ataíde Lobato (UFPA)

ST-18 LINGUÍSTICA: O IMPACTO DO PROGRAMA ETA DA CAPES FULBRIGHT NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO INGLÊS
Coordenadores: Walkyria Magno e Silva (UFPA) e Beatriz Gama Rodrigues (UFPI)

ST-19 LINGUÍSTICA: PORTUGUÊS INDÍGENA: NOVAS PERSPECTIVAS DE PESQUISA
Coordenadores: Beatriz Christino (UFRJ), Rogério Vicente Ferreira (UFMS) e Rosane de Sá Amado (USP)

ST-20 LINGUÍSTICA: PRÁTICAS DISCURSIVAS NO E SOBRE O TRABALHO
Coordenadores: Fátima Cristina da Costa Pessoa (UFPA) e Ernani Cesar de Freitas (UPF)

ST-21 LINGUÍSTICA: TERMOS DE CLASSE, NOMES CLASSIFICATÓRIOS E SUA RELAÇÃO COM CLASSES NOMINAIS E CLASSIFICADORES
Coordenadores: Sidney Facundes (UFPA/ Thammasa University ), Eduardo Rivail Ribeiro (UFPA/Museu Goeldi) e Hein van der Voort (Museu Goeldi)

ST-22 LINGUÍSTICA: FENÔMENOS DA LINGUAGEM E COGNIÇÃO
Coordenadores: Josiane Andrade Militão (PUC-MG), Hugo Mari (PUC-MG) e Sandra Silva Cavalcante (PUC-MG)

ST-23 LINGUÍSTICA: LEITURA(S) E PRODUÇÃO DE SENTIDO
Coordenadores: Luciane Baretta (UNICENTRO, PR) e Raquel Terezinha Rodrigues (UNICENTRO, PR)

ESTUDOS LITERÁRIOS

ST-01 LITERATURA: CONFIGURAÇÕES CRÍTICAS: LITERATURA E HOMOEROTISMO
Coordenadores: Emerson da Cruz Inácio (USP) e Flávio Pereira Camargo (UFT)

ST-02 LITERATURA: LITERATURA DE AUTORIA FEMININA. RELAÇÕES DE GÊNERO: PERMANÊNCIA OU MUDANÇA?
Coordenadores: Elódia Xavier (UFRJ) e Lúcia Osana Zolin (UEM)

ST-03 LITERATURA: ORALIDADE, PERFORMANCES E NARRATIVAS
Coordenadores: Josebel Akel Fares (UEPA), José Guilherme dos Santos Fernandes (UFPA) e Maria do Socorro Galvão Simões (UFPA)

ST-04 LITERATURA: A EDUCAÇÃO PELO DIÁLOGO COM AS QUESTÕES DA ARTE
Coordenadores: Antônio Máximo von Sohsten Gomes Ferraz (UFPA), Alberto da Silva Amaral (ESMAC) e Manuel Antonio de Castro (UFRJ)

ST-05 LITERATURA: LER E ESCREVER LITERATURA NOS PERIÓDICOS DO SÉCULO XIX
Coordenadores: Germana Sales (UFPA) e Socorro Pacífico Barbosa (UFPB)

ST-06 LITERATURA: CALIBAN, O HOMEM DE QUEM SE ROUBOU O NOME
Coordenadores: Alcione Corrêa Alves (UFPI), Elio Ferreira de Souza (UFPI) e Sebastião Alves Teixeira Lopes (UFPI)

ST-07 LITERATURA: LITERATURA, CINEMA E QUADRINHOS: DISCURSO E NARRATIVA
Coordenadores: Mauricio Beck (UFSM) e Abilio Pacheco de Souza (UFPA)

ST-08 LITERATURA: LITERATURA COMPARADA
Coordenadores: Dionei Mathias (UFSM), Elcio Cornelsen (UFMG) e Rosani Ketzer Umbach (UFSM)

ST-09 LITERATURA: IMPRENSA, SOCIEDADE E LITERATURA: A PESQUISA EM PERIÓDICOS
Coordenadores: Esequiel Gomes da Silva (UNESP), Joelma Santana Siqueira (UFV) e Francisco Cláudio Alves Marques (UNESP)

ST-10 LITERATURA: RELAÇÕES CRÍTICO-LITERÁRIAS ENTRE A EUROPA E AS AMÉRICAS NO SÉCULO XIX
Coordenadores: Mariana Teixeira Marques (UNICAMP) e Maria Eulália Ramicelli (UFSM)

ST-11 LITERATURA: LITERATURA INFATO-JUVENIL: TESSITURAS, INTERAÇÕES E CONVERGÊNCIAS
Coordenadores: Vera Teixeira de Aguiar (PUC-RS), Alice Áurea Penteado Martha (UEM) e Diógenes Buenos Aires de Carvalho (UESPI)

ST-12 LITERATURA: LEITURA E ESCOLA: UM OLHAR SOBRE AS QUESTÕES DO ENSINO DE LITERATURA NO BRASIL
Coordenadores: Mirian Hisae Yaegashi Zappone (UEM) e Célia Regina Delácio Fernandes (UFGD)

ST-13 LITERATURA: LITERATURA NO SISTEMA ESCOLAR: REFLEXÕES e PRÁTICAS
Coordenadores: Ana Cristina Marinho (UFPB), Humberto Hermenegildo de Araújo (UFRN) e José Hélder Pinheiro Alves (UFCG)

ST-14 LITERATURA: LITERATURA, HISTÓRIA, MEMÓRIA NAS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA
Coordenadores: Otávio Rios Portela (UEA), Cristiane da Silveira (UEA) e Veronica Prudente Costa (UEA)

ST-15 LITERATURA: QUE LEITOR É ESSE? NARRATIVAS INFANTOJUVENIS E CONTEMPORANEIDADE
Coordenadores: Fernanda Maria Abreu Coutinho (UFC), Ermelinda Maria Araújo Ferreira (UFPE) e Maria Inês Pinheiro Cardoso (UFC)

ST-16 LITERATURA: O DEMONÍACO NA LITERATURA
Coordenadores: Salma Ferraz de Azevedo de Oliveira (UFSC) e Antonio Carlos de Melo Magalhães (UEPB)

ST-17 LITERATURA: MÍDIA E ESPETÁCULOS CULTURAIS
Coordenadores: Otacílo Amaral Filho (UFPA) e Regina de Fátima Mendonça Alves (UFPA)

Almoço: 12h00 às 14h00;

Minicursos: 14h30min às 16h30min;

MINICURSO 1: POLÍTICAS EDUCACIONAIS E SUA RELAÇÃO COM A REALIDADE ESCOLAR:
Prof. Dr. Doriedson do Socorro Rodrigues (UFPA);

MINICURSO 2: METODOLOGIA DE PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO BÁSICA:
Profa. Dra. Laura Alves (UFPA);

MINICURSO 3: LITERATURA BRASILEIRA DO SÉCULO XIX: UMA ATUALIZAÇÃO PARA O ENSINO:
Profa. Dra. Simone Cristina Mendonça (UFPA);

MINICURSO 4: LITERATURA INFANTO-JUVENIL E SUAS APLICAÇÕES EM SALA DE AULA:
Profa. Dra.Célia Delácio Fernandes (UFGD);

Simpósios Temáticos: 14h30min às 16h30min:
[conforme a programação indicada]

Intervalo: 16h30 min às 17h00min;

Conferência Magna: 17h00 às 18h30 min – Profa. Dra. Rebeca Martinez (conferencista); Prof. Dr. Luís Passegi (mediador);

Lançamento de livros: 18h30min às 20h00;

Minicursos: 19h00min às 21h00;

MINICURSO 1: ANÁLISE DO DISCURSO: Profa. Dra. Maria Cecília Pérez de Souza e Silva (PUC/SP)

MINICURSO 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA: Prof. Dr. Thomas Massao Fairchild (UFPA);

MINICURSO 3: LITERATURA BRASILEIRA: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA: Profa. Dra. Maria de Fátima do Nascimento (UFPA);

MINICURSO 4: ESCRITORAS PARAENSES: Profa. Dra. Eunice Ferreira dos Santos (UFPA)

DIA 25/04/2013

Mesas-redondas: 08h30min às 10h00;

MESA 1: NARRATIVA CONTEMPORÂNEA: Prof. Dr. Federico Guillermo Lorenz e Profa. Dra. Marilene Weinhardt (UFPR) – Mediação: Profa. Dra. Mayara Guimarães (UFPA);

MESA 2: DIMENSÕES DO REGIONAL, DO NACIONAL E DO INTERNACIONAL NA LITERATURA: Prof. Dr. Luís Bueno (UFPR) e Prof. Dr. Carlos Baumgarten (FURG) – Mediação: Prof. Dr. José Luis Jobim (UERJ);

MESA 3: ESTUDOS LEXICOGRÁFICOS DE LÍNGUAS NATURAIS: Prof. Dr. Dioney Moreira Gomes (UNB) e Prof. Dr. Vanderci Aguilera (UEL) – Mediação: Prof. Dr. Clézio Roberto Gonçalves (UFOP);

MESA 4: LITERATURA PORTUGUESA: Prof. Dr. Sérgio Nazar (UERJ) e Profa. Dra. Gilda Santos (Gabinete de Leitura – Rio) – Mediação: Prof. Dr. Fernando Maués (UFPA);

MESA 5: DESCRIÇÃO DE LÍNGUAS INDÍGENAS: Profa. Dra. Pilar Valenzuela (EUA) e Prof. Dr. Eduardo Ribeiro (UFPA) – Mediação: Profa. Dra. Maria do Socorro Pimentel (UFG);

Intervalo: 10h00 às 10h30min;

Minicursos: 10h30min às 12h30min;

MINICURSO 1: FONOLOGIA APLICADA AO ENSINO: Prof. Dr. José Sueli Magalhães (UFU);

MINICURSO 2: QUESTÕES DE SOCIOLINGUÍSTICA E ENSINO: Prof. Dr. Marco Antônio Martins (UFRN);

MINICURSO 3: SINTAXE E O CONTEXTO ESCOLAR: Profa. Dra. Iaci Abdon (UFPA);

MINICURSO 4: LITERATURA COMPARADA: Profa. Dra. Helena Bonito Couto Pereira (Mackenzie);

MINICURSO 5: AMAZÔNIA EM NARRATIVAS DE LÍNGUA PORTUGUESA: 1850 – 1950: Profa. Dra. Marlí Tereza Furtado (UFPA);

MINICURSO 6: NARRATIVAS ORAIS: Profa. Dra. Maria do Perpétuo Socorro Galvão Simões (UFPA);

Simpósios Temáticos: 10h30min às 12h00min;
[conforme a programação indicada]

 

 

Almoço: 12h00 às 14h00;

Minicursos: 14h30min às 16h30min;

MINICURSO 1: POLÍTICAS EDUCACIONAIS E SUA RELAÇÃO COM A REALIDADE ESCOLAR: Prof. Dr. Doriedson do Socorro Rodrigues (UFPA);

MINICURSO 2: METODOLOGIA DE PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO BÁSICA: Profa. Dra. Laura Alves (UFPA);

MINICURSO 3: LITERATURA BRASILEIRA DO SÉCULO XIX: UMA ATUALIZAÇÃO PARA O ENSINO: Profa. Dra. Simone Cristina Mendonça (UFPA);

MINICURSO 4: LITERATURA INFANTO-JUVENIL E SUAS APLICAÇÕES EM SALA DE AULA: Profa. Dra.Célia Delácio Fernandes (UFGD);

Simpósios Temáticos: 14h30min às 16h30min;

LINGUÍSTICA:

ST LINGUÍSTICA 01: DISCURSO E FRONTEIRAS MÓVEIS Coordenadoras: Profa. Dra. Ana Paula El-Jaick (UFJF) e Profa. Dra. Carla Barbosa Moreira (UFF/CAPES);

ST LINGUÍSTICA 02: ENSINO DE LÍNGUAS: ENCAMINHAMENTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS E FORMAÇÃO DOCENTE Coordenadores: Profa. Dra. Célia Maria Medeiros Barbosa da Silva (UNP) e Prof. Dr. João Gomes da Silva Neto (UFRN);

ST LINGUÍSTICA 03: DIFERENÇAS LINGUÍSTICAS E CULTURAIS E A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES NAS AMAZÔNIAS Coordenadores: Prof. Dr. Gilson Penalva (UFPA) e Profa. Dra. Eliane Pereira Machado Soares (UFPA);

ST LINGUÍSTICA 04: OS ESTUDOS LINGUÍSTICOS NO BRASIL: HISTÓRIA, HISTORIOGRAFIA E IDEOLOGIA Coordenadores: Prof. Dr. Ricardo Cavaliere (UFF) e Profa. Dra. Neusa Maria Bastos (PUC-SP);

ST LINGUÍSTICA 05: GÊNEROS E ESTILO Coordenadores: Profa. Dra. Elis de Almeida Cardoso (USP) e Prof. Dr. Álvaro Antônio Caretta (UNIFESP);

ST LINGUÍSTICA 06: NARRATIVAS E MÚSICAS INDÍGENAS: ABORDAGENS LINGÜÍSTICAS Coordenadoras: Profa. Dra. Cristina Martins Fargetti (UNESP/Araraquara) e Profa. Dra. Lucy Seki (UNICAMP);

ST LINGUÍSTICA 07: O DISCURSO DO ESPORTE Coordenadores: Prof. Dr. Ricardo Gualda (UFAL) e Profa. Dra. Luciane Corrêa Ferreira (UFMG);

ST LINGUÍSTICA 08: FUNCIONALISMO E COGNIÇÃO – INTERFACES Coordenadoras: Profa. Dra. Maria Angélica Furtado da Cunha (UFRN) e Profa. Dra. Mariangela Rios de Oliveira (UFF);

ST LINGUÍSTICA 09: FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE DOCENTES DE LÍNGUAS: POLÍTICAS PÚBLICAS, TEORIAS E PRÁTICAS Coordenadoras: Profa. Dra. Leandra Ines Seganfredo Santos (UNEMAT) e Profa. Dra. Rosinda Guerra Ramos (PUC-SP);

ST LINGUÍSTICA 10: LENGUAS ARAWAK DEL ATABAPO-RÍO NEGRO: GÉNESIS, SEPARACIÓN Y REENCUENTRO Coordenadores: Prof. Dr. Esteban Emilio Mosonyi (Universidad Central de Venezuela) e Profa. María Suárez (Universidad Central de Venezuela);

ST LINGUÍSTICA 11: FORMAÇÃO, SABERES E LINGUAGENS Coordenadores: Prof. Dr. Claudio Luiz Abreu Fonseca (UFPA), Profa. Dra. Nilsa Brito Ribeiro (UFPA) e Profa. Msc. Isabel Cristina França dos Santos Rodrigues (UFPA);

ST LINGUÍSTICA 12: ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUAS ADICIONAIS NA E PARA A CONTEMPORANEIDADE Coordenadores: Profa. Dra. Lívia Márcia Tiba Rádis Baptista (UFC), Prof. Dr. Kleber Aparecido da Silva (UNB) e Prof. Msc. João da Silva Araújo Júnior (UFMA);

ST LINGUÍSTICA 13: SINTAXE EM FOCO Coordenadoras: Profa. Dra. Nilza Barrozo Dias (UFF) e Profa. Dra. Edila Vianna da Silva (UFF/ UFRJ);

ST LINGUÍSTICA 14: LÍNGUAS EM CONTATO: AS LÍNGUAS DE HERANÇA EM CONTATO COM O PORTUGUÊS Coordenadores: Profa. Dra. Silvia Lucia Bijongal Braggio (UFG), Prof. Dr. Sinval Martins de Sousa Filho (UFG) e Profa. Dra. Eunice Dias de Paula (UFG);

ST LINGUÍSTICA 15: A CORRELAÇÃO ENTRE A EXPRESSÃO DA PESSOA E OUTROS FENÔMENOS GRAMATICAIS EM LÍNGUAS INDÍGENAS Coordenadores: Profa. Dra. Walkiria Neiva Praça (UNB), Prof. Dr. Francisco Queixalós (CNRS/IRD) e Profa. Dra. Marina Maria Silva Magalhães (UNB);

ST LINGUÍSTICA 16: GÊNEROS TEXTUAIS: PERSPECTIVAS E ABORDAGENS NAS PRÁTICAS DE LETRAMENTO Coordenadores: Prof. Dr. Adair Vieira Gonçalves (UFGD/CNPq) e Profa. Dra. Regina Celi Mendes Pereira (UFPB/CNPq);

ST LINGUÍSTICA 17: MEDIAÇÃO EM AMBIENTES VIRTUAIS DE ENSINO-APRENDIZAGEM Coordenadoras: Profa. Dra. Ana Lygia Almeida Cunha (UFPA) e Profa. Dra. Maria Cristina Ataíde Lobato (UFPA);

ST LINGUÍSTICA 18: O IMPACTO DO PROGRAMA ETA DA CAPES FULBRIGHT NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE INGLÊS Coordenadoras: Profa. Dra. Walkyria Magno e Silva (UFPA) e Profa. Dra. Beatriz Gama Rodrigues (UFPI);

ST LINGUÍSTICA 19: PORTUGUÊS INDÍGENA: NOVAS PERSPECTIVAS DE PESQUISA Coordenadores: Profa. Dra. Beatriz Christino (UFRJ), Prof. Dr. Rogério Vicente Ferreira (UFMS) e Profa. Dra. Rosane de Sá Amado (USP);

ST LINGUÍSTICA 20: PRÁTICAS DISCURSIVAS NO E SOBRE O TRABALHO Coordenadores: Profa. Dra. Fátima Cristina da Costa Pessoa (UFPA) e Prof. Dr. Ernani Cesar de Freitas (UPF);

ST LINGUÍSTICA 21: TERMOS DE CLASSE, NOMES CLASSIFICATÓRIOS E SUA RELAÇÃO COM CLASSES NOMINAIS E CLASSIFICADORES Coordenadores: Prof. Dr. Sidney Facundes (UFPA/ Thammasa University ), Prof. Dr. Eduardo Rivail Ribeiro (UFPA/Museu Goeldi) e Prof. Dr. Hein van der Voort (Museu Goeldi);

St Linguística 22: FENÔMENOS DA LINGUAGEM E COGNIÇÃO Coordenadores: Profa. Dra. Josiane Andrade Militão (PUC-MG), Prof. Dr. Hugo Mari (PUC-MG) e Profa. Dra. Sandra Silva Cavalcante (PUC-MG);

ST LINGUÍSTICA 23: LEITURA(S) E PRODUÇÃO DE SENTIDO Coordenadores: Profa. Dra. Luciane Baretta (UNICENTRO, PR) e Profa. Dra.Raquel Terezinha Rodrigues (UNICENTRO, PR);

LITERATURA:

ST LITERATURA 01: CONFIGURAÇÕES CRÍTICAS: LITERATURA E HOMOEROTISMO Coordenadores: Prof. Dr. Emerson da Cruz Inácio (USP) e Prof. Dr. Flávio Pereira Camargo (UFT);

ST LITERATURA 02: LITERATURA DE AUTORIA FEMININA.RELAÇÕES DE GÊNERO: PERMANÊNCIA OU MUDANÇA? Coordenadoras: Profa. Dra. Elódia Xavier (UFRJ) e Profa. Dra. Lúcia Osana Zolin (UEM);

ST LITERATURA 03: ORALIDADES, PERFORMANCES E NARRATIVAS Coordenadores: Profa. Dra. Josebel Akel Fares (UEPA), Prof. Dr. José Guilherme dos Santos Fernandes (UFPA) e Profa. Dra. Maria do Perpétuo Socorro Galvão Simões (UFPA);

ST LITERATURA 04: A EDUCAÇÃO PELO DIÁLOGO COM AS QUESTÕES DA ARTE. Coordenadores: Prof. Dr. Antônio Máximo von Sohsten Gomes Ferraz (UFPA), Prof. Msc. Alberto da Silva Amaral (ESMAC) e Prof. Dr. Manuel Antonio de Castro (UFRJ);

ST LITERATURA 05: LER E ESCREVER LITERATURA NOS PERIÓDICOS DO SÉCULO XIX Coordenadores: Profa. Dra. Germana Sales (UFPA) e Profa. Dra. Socorro Pacífico Barbosa (UFPB);

ST LITERATURA 06: CALIBAN, O HOMEM DE QUEM SE ROUBOU O NOME Coordenadores: Prof. Dr. Alcione Corrêa Alves (UFPI), Prof. Dr. Elio Ferreira de Souza (UFPI) e Prof. Dr. Sebastião Alves Teixeira Lopes (UFPI);

ST LITERATURA 07: LITERATURA, CINEMA E QUADRINHOS: DISCURSO E NARRATIVA Coordenadores: Prof. Dr. Mauricio Beck (UFSM) e Prof. Msc. Abilio Pacheco de Souza (UFPA);

ST LITERATURA 08: LITERATURA COMPARADA Coordenadores: Prof. Dr. Dionei Mathias (UFSM), Prof. Dr. Elcio Cornelsen (UFMG) e Profa. Dra. Rosani Ketzer Umbach (UFSM);

ST LITERATURA 09: IMPRENSA, SOCIEDADE E LITERATURA: A PESQUISA EM PERIÓDICOS Coordenadores: Prof. Dr. Francisco Cláudio Alves Marques (UNESP), Prof. Msc. Esequiel Gomes da Silva (UNESP) e Profa. Dra. Joelma Santana Siqueirasd (UFV);

ST LITERATURA 10: RELAÇÕES CRÍTICO-LITERÁRIAS ENTRE A EUROPA E AS AMÉRICAS NO SÉCULO XIX Coordenadores: Profa. Dra. Mariana Teixeira Marques (UNICAMP) e Profa. Dra. Maria Eulália Ramicelli (UFSM);

ST LITERATURA 11: LITERATURA INFANTOJUVENIL: TESSITURAS, INTERAÇÕES E CONVERGÊNCIAS Coordenadores: Profa. Dra. Vera Teixeira de Aguiar (PUC-RS), Profa. Dra. Alice Áurea Penteado Martha (UEM) e Prof. Dr. Diógenes Buenos Aires de Carvalho (UESPI);

ST LITERATURA 12: LEITURA E ESCOLA: UM OLHAR SOBRE AS QUESTÕES DO ENSINO DE LITERATURA NO BRASIL Coordenadoras: Profa. Dra. Mirian Hisae Yaegashi Zappone (UEM) e Profa. Dra. Célia Regina Delácio Fernandes (UFGD);

ST LITERATURA 13: A LITERATURA NO SISTEMA ESCOLAR: REFLEXÕES E PRÁTICAS Coordenadores: Profa. Dra. Ana Cristina Marinho (UFPB), Prof. Dr. Humberto Hermenegildo de Araújo (UFRN) e Prof. Dr. José Hélder Pinheiro Alves (UFCG);

ST LITERATURA 14: LITERATURA, HISTÓRIA, MEMÓRIA NAS LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA Coordenadores: Prof. Dr. Otávio Rios Portela (UEA), Profa. Dra. Cristiane da Silveira (UEA) e Profa. Msc. Verônica Prudente Costa (UEA);

ST LITERATURA 15: QUE LEITOR É ESSE? NARRATIVAS INFANTOJUVENIS E CONTEMPORANEIDADE Coordenadores: Profa. Dra. Fernanda Maria Abreu Coutinho (UFC), Profa. Dra. Ermelinda Maria Araújo Ferreira (UFPE) e Profa. Dra. Maria Inês Pinheiro Cardoso (UFC);

ST LITERATURA 16: O DEMONÍACO NA LITERATURA Coordenadores: Profa. Dra. Salma Ferraz de Azevedo de Oliveira (UFSC) e Prof. Dr. Antonio Carlos de Melo Magalhães (UEPB);

ST LITERATURA 17: MÍDIA E ESPETÁCULOS CULTURAIS Coordenadores: Prof. Dr. Otacílo Amaral Filho (UFPA) e Profa. Dra. Regina de Fátima Mendonça Alves (UFPA);

Intervalo: 16h30min às 17h00min;

Conferência Magna: 17h00 às 18h30 min – Rubem Chababo (conferencista) e Prof. Dr. Allison Leão (mediador);

Relatos de experiência: 18h45min às 20h00;

Minicursos: 19h00min às 21h00;

MINICURSO 1: ANÁLISE DO DISCURSO: Profa. Dra. Maria Cecília Pérez de Souza e Silva (São Paulo)

MINICURSO 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA: Prof. Dr. Thomas Massao Fairchild (UFPA);

MINICURSO 3: LITERATURA BRASILEIRA: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA: Profa. Dra. Maria de Fátima do Nascimento (UFPA);

MINICURSO 4: ESCRITORAS PARAENSES: Profa. Dra. Eunice Ferreira dos Santos (UFPA);

Jantar de confraternização (por adesão): a partir das 21h00min.

Mesas-Redondas: 08h30min às 10h00;

DIA 26/04/2013

MESA 1: MULHER E LITERATURA: Profa. Dra. Constância Lima Duarte (UFMG) e Profa. Dra. Rita Terezinha Schimidt (UFRGS)– Mediação: Profa. Dra. Marlí Furtado (UFPA);

MESA 2: LITERATURA E ENSINO: Profa. Dra. Marisa Lajolo (Mackenzie) e Profa. Dra. Regina Zilberman (UFRS) – Mediação: Profa Dra. Germana Sales (UFPA);

MESA 3: ANÁLISE DO DISCURSO: Profa. Dra. Bethania Mariani (UFF) e Profa. Dra. Beth Brait (PUC/SP) – Mediação: Profa. Dra. Fátima Pessoa (UFPA);

MESA 4: ENSINO E APRENDIZAGEM: Prof. Dr. João Gomes Neto (UFRN) e Profa. Dra. Luiza Helena Oliveira (UFT) – Mediação: Profa. Dra. Walkyria Magno e Silva (UFPA);

MESA 5: ETNOLINGUÍSTICA DE COMUNIDADES AFRO-BRASILEIRAS: Prof. Dr. Dante Lucchesi (UFBA) e Profa. Dra. Márcia Santos Duarte de Oliveira (USP) – Mediação: Prof. Dr. Abdelhak Razky (UFPA).

Intervalo: 10h00 às 10h30min;

Sessão de Pôsteres: 10h30min às 12h00;

Almoço: 12h00 às 14h00;

Mesa-Plenária: 14h30min às16h00min – Prof. Dr. Emmanuel Zagury Tourinho (UFPA) e Prof. Dr. Heronides Maurílio de Melo Moura (UFSC); Mediação: Prof. Dr. Dermeval da Hora (UFPB);

Intervalo: 16h00min às 16h30min;

Conferência de Encerramento: 17h00 às 18h30min – Prof. Dr. Rainer Enrique Hamel (conferencista) e Profa. Dra. Bethania Mariani (mediadora);

Lançamento de Livros: 18h30min às 19h30min;

Coquetel e apresentação musical de encerramento: 19h00min às 21h00.

Posted in eventos academicos | Leave a Comment »

Sessao tematica 1 – Simposio Slins

Posted by Abilio Pacheco em 20 de novembro de 2011

.

SESSÃO TEMÁTICA 1: TRADUÇÃO E ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES

ORGANIZADORAS:

PROFª DRª SYLVIA TRUSENPROFª DRª TÂNIA SARMENTO-PANTOJA

.

RESUMOS (em ordem alfabética por ‘autor’)

.

Espelho Meu (dentro do) Espelho Meu: Existe Alguém Mais Vazio que Eu?

Abilio Pacheco de Souza – UFPA (Campus de Bragança)

Resumo: Apresentando algumas reflexões sobre o livro Benjamim (1995), de Chico Buarque, e o filme homônimo dirigido por Monique Gardenberg (2007), baseado na narrativa buarqueana, procuramos discutir as relações entre as linguagens artísticas (literatura e cinema) a fim de acompanhar o vazio, a letargia e a apatia política do protagonista como uma representação desse silenciamento numa parcela da intelectualidade brasileira das décadas de 60 e 90 (Ridenti, 2000). Para isso, consideramos tanto o livro e o filme como duas traduções de dois momentos da história brasileira recente quanto o filme como tradução de uma tradução do mesmo contexto.
Palavras-chave: Chico Buarque. Literatura. Cinema. Tradução

Propriedade, “A demarca­ção dos seus campos”, apropriação e tradução:
Experiência de Passagem ou e A linguagem poética de Dalcídio Jurandir

André Luis Valadares de Aquino – UFPA/CAPES.
Gunter Karl Pressler (Orientador) – UFPA/CNPQ

RESUMO: Produzo trabalho que se inclina para estabelecer estudo comparativo entre a escrita literária (Dalcídio Jurandir) e a “escrita” cultural (região do arquipélago do Marajó). Desenho ou inscrevo um “mapa” que se compromete menos com a reconstituição dos espaços repetidos na “tradução poética”, interessado especialmente no território não documentado: espaço adicionado ou a rasura que faz perder o leitor-viajante (maculatura da linguagem poética) – leitura como travessia. Revisito os roteiros inscritos como opção cartográfica ou sentidos para se re-conhecer a cultura local. A duração da passagem se compromete pelas ondulações de linguagem, para quem deseja se lançar a leme da narrativa lenta e oscilante de Dalcídio Jurandir. A prosa poética institui uma tensão dialética entre o local e o universal, operando signos reconhecíveis (“regionais”) e reformulando-os (traduzindo-os), em vista de tornar o texto cultural acessível, ao mesmo tempo em que borra a imagem ou o documento da cultura. As oscilações da narrativa podem produzir o mal-estar próprio da experiência do poema, assumindo o naufrágio, podem levar à exaustão o leitor-peregrino na viagem: “Voltou muito cansado, os campos o levaram para longe…”.
Palavras-chave: Dalcídio Jurandir; Língua Poética; Tradução.

Um Círculo Utópico da Política De Resistência em Rasga Coração, de Vianinha

Augusto Sarmento-Pantoja – UFPA

Resumo: A peça de teatro Rasga Coração de Oduval Viana Filho (Vianinha) marca o cenário político dos anos 70 e se revela na performance contemporânea, mais de trinta anos após sua estréia um fluxo contínuo de indagações sobre as formas de circularidade da política nacional e latino-americana no âmbito de assentar o espaço utópico da política de resistência. Uma das últimas montagens, a empreendida por Dudu Sandroni, converte o texto em um passado utópico de recuperação da história, literária, teatral e musical e o comprometimento político de Vianinha.
Palavras-Chave: Rasga Coração. Circularidade. Resistência. Utopia. Política Nacional.

Entre Lembrar e Esquecer: Memória e Testemunho no Conto A Mancha, de Luís Fernando Veríssimo

Carlos Augusto Costa – UFPA

Resumo: A apresentação tenciona examinar relações entre o conto A mancha (2004), de Luís Fernando Veríssimo, e políticas de memória e esquecimento sobre o recente passado brasileiro, marcado por conflitos sociais de extrema violência. Para isso, faz análise interpretativa da obra, dando visibilidade a questões teóricas sobre memória e testemunho. Objetivamente, o estudo procura compreender os procedimentos formais de construção do conto como possibilidade tradutória da experiência histórica da Ditadura Militar de 1964.
Palavras-chave: Memória. Testemunho. Conto brasileiro contemporâneo.

Ver-o-Peso: Tradução, Coragem e Resistência na Poética de Max Martins

Helenice Silva – UFPA
Tânia Sarmento-Pantoja (Orientadora) – UFPA

Resumo: O presente artigo visa apresentar um estudo sobre algumas das características sobre resistência como tradução, que suponhamos encontrar na obra “Ver-O-Peso”, de Max Martins. O poema, entendido como uma resistência de tradução cultural, que parece revelada no decorrer de todo o texto em si. Entender o poema como uma resistência de tradução, segundo as concepções de Bosi em “Narrativa e Resistência” (2002) e Haroldo de Campos (1977), consiste em perceber a manifestação da palavra que vem através do poeta, como uma ação manifestante da verdade. Segundo a obra foulcautiana, “A Coragem da verdade” (2008), ocorre uma conexão com a ética do intelectual onde revela seu papel político-social. Em seu texto, Max inscreve o homem do “Ver-O-Peso”, através do lirismo poético, onde revela seu papel ético-político-social numa construção de sentido de sua resistência. Faz o percurso de uma relação/manifestação no interior da tarefa da língua, quando traduz através de uma metapoética a superação de um trabalho aviltante, percebido do ponto de vista social. Consiste numa topoanálise de cada ação, na qual reflete sobre a intimidade no espaço em que realiza o poema como ato de transcriação. É o homem universal que surge, que “é trazido e traduzido” na construção do poema, a partir de um ambiente. É tradução poética, pois, ressignifica um processo que liga espaço, tempo, língua, cultura, costume e crença, onde ocorre o encontro, o diálogo e a relação entre épocas num determinado tempo histórico. O texto emerge em seus aspectos mais particulares, entre a coragem, resistência e verdade de uma vida, revelada no homem individual e na esperança de uma coletividade.
Palavras-chave: Tradução; Coragem; Resistência; Ver-o-Peso; Max Martins.

Sobre a Tradução de Poemas Indígenas por Herberto Helder

Izabela Leal – UFPA

Resumo: É fato notório que em seus cinco livros de traduções Herberto Helder dedica uma atenção especial à tradução de poemas indígenas, sendo que um desses livros chega até a se intitular Poemas ameríndios (1997). Sabendo que o gesto de traduzir aponta para uma relação entre diferentes culturas, procuraremos analisar a construção de um imaginário mítico pelo poeta português e de uma proposta transgressora, e ao mesmo tempo ritualística, de relação com a linguagem.
Palavras-chave: Herberto Helder. Tradução. Imaginário Mítico. Linguagem

Entre o canto e o conto

Josiclei de Souza Santos – UFPA
Alessandra Nunes Bezerra – UFPA

Resumo: Este estudo busca refletir sobre o modernismo na obra de Waldemar Henrique, compositor paraense, mostrando como o mesmo se inscreveu no projeto modernista brasileiro de construir na arte um discurso da diferença em relação à Europa, a partir do diálogo dos artistas com a tradição subalterna do país. Usa-se como exemplo de análise a composição “Foi boto, sinhá”, do referido autor em parceria com o poeta Antônio Tavernar. O objetivo é mostrar como houve, assim como nas outras linguagens artísticas à época, uma apropriação da tradição oral no que diz respeito ao conteúdo, à linguagem e à performance, para a construção do efeito estético na canção. Para tanto se constrói uma análise que atenta para os elementos verbais e não-verbais que compõem a estrutura da composição, quando da sua execução, observando as convergências e divergências entre os gêneros lírico, narrativo, dramático na canção, aliados aos elementos musicais.
Palavras-chave: Waldemar Henrique. Modernismo. Identidade.

Tradução como Encenação

Mayara Ribeiro Guimarães – UFRJ

Resumo: Reflexão sobre o ato de traduzir na corrente de teóricos da tradução, como Walter Benjamin e Derrida, que pensam uma zona de incomunicabilidade e violência inerente à prática tradutória. Geradora virtual de várias máscaras que agem sobre o tradutor, esta violência pressupõe o afastamento do original e a alteração da língua de chegada, e revela uma espécie de jogo heteronímico entre texto original e texto traduzido. Nesta zona de intraduzibilidade instaura-se a fissura por meio da qual a fala particular do estrangeiro se traduz na fala própria do tradutor, sobretudo quando o objeto de pesquisa é a tradução de poetas por poetas, caso de Fernando Pessoa, Vasco Graça Moura, Luiza Neto Jorge, Herberto Helder, e, no Brasil, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector, Haroldo de Campos, para ficarmos no século XX. Desde o século XIV, a questão da tradução envolve também a prática de reflexão sobre esse processo. Este ensaio busca seguir tal exercício e refletir sobre a reflexão da prática tradutória, partindo da metáfora do tradutor não apenas como traidor, mas, sobretudo, como ator, onde a escrita do outro espelha a escrita do próprio, já que aquilo que o autor escreve nunca lhe pertence por inteiro e nem lhe é completamente alheio. O objeto de investigação escolhido para essa meditação é o ensaio “Traduzir procurando não trair”, de Clarice Lispector, além de reflexões feitas por poetas tradutores brasileiros e portugueses.
Palavras-chave: Clarice Lispector. Tradução. Encenação.

Tradução / Crítica Literária: O Caso Blake

Ricardo Pinto de Souza – UFRJ

Resumo: Esta comunicação tratará das relações entre crítica literária e tradução literária a partir do caso do poeta inglês William Blake. O interesse, no caso, é tentar entender como a tradição interpretativa e crítica da obra de Blake se reflete na tradução de sua obra, para o português, especialmente, mas também para o francês.
Palavras-chave: Tradução, Crítica Literária, William Blake, Walter Benjamin

As ilustrações do Hänsel und Gretel: apontamentos para a tradução e a leitura

Sylvia Maria Trusen – UFPA

Resumo: Em 1812, sai a público a primeira edição do célebre conto Hänsel und Gretel dos Irmãos Grimm, traduzido, comumente, no Brasil, por João e Maria. A trajetória da narrativa é vasta e, se tem recebido os mais diferentes tipos de traduções e adaptações, as ilustrações não fogem à regra. Neste texto, propomos a leitura comparada de dois trabalhos – o conto por imagens de Rui de Oliveira e a ilustração da alemã Janssen à narrativa dos Grimm. Ambos se articulam ao Hänsel und Gretel como uma espécie de texto-ao-lado que desvela o que foi calado.
A perspectiva teórica adotada, portanto, movimenta-se no campo dos estudos comparados, particularmente aqueles dedicados aos estudos da tradução, entendida aqui no sentido amplo do termo. Efetivamente, neste âmbito, a relação texto/imagem, constitui um campo fértil de investigação, demandando do pesquisador empenho voltado à compreensão dos processos de traslado entre os campo semióticos distintos. Tal esforço, se é per si legítimo, justifica-se, ademais, pela posição marginal ocupada pelo trabalho do ilustrador, nas investigações, de modo geral.
Palavras-chave: Hänsel und Gretel. Tradução. Leitura. Grimm. Ilustração

O Pastiche como Exercício de Historio-Grafia em Lealdade, de Márcio Souza

Tânia Sarmento-Pantoja – UFPA

Resumo: O presente trabalho propõe algumas reflexões sobre a utilização do pastiche como mediador – e entendido como recurso de traduzibilidade – entre dois campos de conhecimento: o historiográfico e o literário. A partir dessa proposição o romance Lealdade (1997), de Márcio Souza é analisado, primeiramente, com vistas a estabelecer parâmetros de reconhecimento do núcleo da matéria historiográfica; segundo, para pontuar como o pastiche propõe a apresentação da matéria histórica como historio-grafia.
Palavras-chave: Márcio Souza. Pastiche. Traduzibilidade. Literatura. Historiografia.

Uma praça, um poema… Tantos amores!

Tatiana de Sousa Silva – UFPA
Sylvia Trusen (Orientadora) – UFPA

Resumo: Este artigo apresenta alguns aspectos discutidos por teóricos a cerca da tradução, tais como Roman Jakobson e Jorge Larrosa. Aborda a definição mais convencional de tradução, bem como o seu sentido mais amplo, detendo-se aí de modo especial, uma vez que há interesse maior deste artigo pela compreensão de tradução como leitura e interpretação. Devido ao interesse cada vez maior pela tradução, novas visões despontam no sentido de não mais limitá-la, reduzi-la à passagem de uma língua para outra, pois esta é apenas uma das formas de traduzir, assim como propôs JAKOBSON (1995) ao distinguir os três tipos de tradução, a saber, tradução interlíngual, intralíngual e inter-semiótica. A primeira diz respeito à tradução literal de uma língua para outra, tal como as traduções medievais apontadas no ensaio de Burke. A segunda, também chamada por Jakobson de reformulação, refere-se à tradução de sentidos. E a terceiraconsiste na interpretação dos signos verbais por meio de sistemas de signos não verbais. Relacionar tradução a leitura e interpretação ampliam o seu campo de abrangência, possibilitando a identificação de vários trabalhos como tradução. A versão cinematográfica de uma obra literária ou a criação de uma obra literária a partir da leitura de uma imagem, que pode ser um quadro, um lugar ou uma cidade constituem leituras diferentes, traduções. A leitura de mundo que o poeta faz e materializa em seus poemas é, na verdade, interpretação do real, logo é tradução. Nesse trabalho apresento um dos poemas do poeta bragantino Jorge Ramos, como leitura e por que não dizer tradução de um lugar, de uma praça, situada na cidade de Bragança. Esclareço que o interesse nesse poeta explica-se pelo fato de o mesmo fazer parte de meu trabalho de dissertação e o que apresento neste texto é apenas uma pequena semente, o início de algo que se pretende fazer mais amplo. Vale ressaltar que não pretendo aqui fazer uma análise crítica ou literária do poema. O pensamento central relaciona-se a leitura e tradução – tradução entendida no sentido mais amplo, relacionada à leitura e interpretação – pois apresento o referido poeta como tradutor que se lançou a tarefa de verter o texto (a cidade de Bragança) a sua própria linguagem, a poesia. O autor espanhol Jorge Larrosa em La Experiencia de la Lectura concebe a leitura como uma operação de tradução e além de referir-se a relação que Jakobson faz entre tradução e interpretação, afirma que “también Gadamer asocia leer, interpretar y traducir al considerar a traducción como um caso particular y la vez como um modelo de toda actividad hermenêutica” (LARROSA, 1996, p. 300).
Palavras-chave: Jorge Ramos. Poesia. Tradução. Criação

Posted in agende-se - anote, chico buarque, eventos academicos, literatura amazonica, literatura brasileira, literatura paraense | 1 Comment »

Linguagens e Saberes da Amazonia

Posted by Abilio Pacheco em 20 de novembro de 2011


UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE BRAGANÇA
I Simpósio Nacional Linguagens e Saberes na Amazônia
“Mercados Globais Saberes Locais”

PROGRAMAÇÃO

HORÁRIOS 15/12/2011 – QUINTA-FEIRA
14:00 às 18:00

CREDENCIAMENTO

18:00 às 18:30

ABERTURA

Mesa composta por autoridades universitárias, políticas e lideranças comunitárias e sindicais
18:30 às 19:30

CONFERÊNCIA INAUGURAL
Do mito à razão?
Prof. Dr. Ernani Chaves (Universidade Federal do Pará)

Conferência versando sobre a construção do pensamento mítico na Antiguidade e seus reflexos na contemporaneidade
 19:30 às 20:30 Programação Cultural 1 Apresentação musical da orquestra de rabecas
HORÁRIOS 16/11/2011 – Sexta-feira
08:00 às 10:00 Mesa Redonda 1: Representações discursivas da/na Amazônia
Profª Drª Sylvia Trusen (Mediadora)
Profª Drª Selda Vale (UFAM); Profª Drª Rosa Brasil (UFPA)
Composta por estudiosos da área de Letras, com ênfase em Análise do Discurso e Estudos Literários e Culturais
10:00 às 12:00 Sessão temática 1 – Tradução e estudos multidisciplinares (resumos)
Coordenação: Profª Drª Sylvia Trusen / Profª Drª Tânia Maria Sarmento-Pantoja
A sessão temática  Tradução e estudos multidisciplinares, como parte integrante do primeiro evento organizado pela Programa de Pós Graduação Linguagens e Saberes, Universidade Federal do Pará, direciona-se  à difusão das pesquisas no âmbito dos estudos literários e culturais em articulação com as das teorias da tradução.  A razão do diálogo proposto, de feição multidisciplinar, reside na urgência em promover a reflexão sobre problemas centrais face à crescente globalização e a relação multilíngue entre nações e culturas daí advinda. Sob tal perspectiva, serão abordados os seguintes temas:
a)Os novos paradigmas para a tradução literária advindos dos estudos culturais;
b) Desenvolvimento e avanços das teorias da tradução;
c) Os problemas da transcrição das narrativas orais e/ou de testemunho;
d) A tradução inter-semiótica;
e) Tradução como metáfora de leitura
Sessões organizadas pelos docentes do PPGLS, a partir de temas acerca de suas linhas de pesquisa e respectivos projetos
14:00 às 16:00 Sessão temática 2 Memórias e oralidades
Coordenação: Prof. Dr. José Guilherme Fernandes/Profª Drª Maria do Socorro Simões
A referida sessão temática está voltada ao debate teórico acerca da arte narrativa, sobretudo em sua forma oral, e de suas implicações e desdobramentos em nossa cultura. Pretende-se reunir trabalhos que tratem do texto oral como foco irradiador das discussões, abordando as relações que se estabelecem entre memória e narrativa como recursos acessados pelos sujeitos sociais, seja com finalidades recreativas (ficção), pedagógicas (transmissão oral de conhecimentos) ou mesmo políticas (autoconstrução de identidades). Tais abordagens abrem caminho também para trabalhos que buscam refletir acerca das relações entre Literatura e Oralidade; e entre o texto oral e outras linguagens artísticas. A memória é o repositório de que se alimentam as narrativas orais. A maleabilidade do material narrativo oral, alimentado pela memória, por natureza fluida e imperfeita, dá ao esquecimento um importante status dentro do processo de ressignificação : é o esquecimento, que coloca a necessidade de preenchimento dos “buracos” na memória, permitindo a atualização da narrativa. Relembrar é recriar, o que faz com que a memória se manifeste sob a égide de um processo que se aproxima da ficção, enquanto “recriação”. A memória tem se colocado, portanto, tanto como tema dentro de obras das mais variadas linguagens artísticas, quanto como processo de criação artística, através da (re)criação da realidade.
Sessões organizadas pelos docentes do PPGLS, a partir de temas acerca de suas linhas de pesquisa e respectivos projetos
16:00 às 18:00 Mesa Redonda 2: PPGLS: uma proposta interdisciplinar e intercultural
Prof. Dr. José Guilherme Fernandes (Mediador/Coord. PPGLS)
Prof. Dr. Gunter Pressler (docente PPGLS) – Prof. Dr. Pere Petit (docente PPGLS)
Composta por docentes do PPGLS, com ênfase nos estudos e pesquisas inter-culturais-disciplinares
19:00 às 20:00  Programação Cultural 2 Apresentação da orquestra de rabecas de Bragança
HORÁRIOS 17/11/2011 – Sábado
08:00 às 10:00 Mesa Redonda 3: Antropologia, saberes e patrimônios
Prof. Dr. Flavio Leonel (Mediador)
Profª Drª Julie Cavignac (UFRN), Prof. Dr. Agenor Sarraf (UFPA)
Composta por estudiosos da área de Letras, com ênfase em Análise do Discurso e Estudos Literários e Culturais
10:00 às 12:00 Sessão temática 3 – Línguas Amazônicas: representações discursivas de práticas orais e escritas
Coordenação: Profª Drª Carmen Lúcia Rodrigues/ Profª Drª Nilsa Brito Ribeiro
A sessão “Línguas Amazônicas: representações discursivas de práticas orais e escritas” tem como objetivo reunir trabalhos que tenham como foco a oralidade e/ou escrita nas subáreas da Linguística Textual, Análise do Discurso, Sociolinguística, Descrição Linguística, Linguística Histórica, Semântica e Pragmática. Os diferentes trabalhos no campo da linguagem proporcionarão um diálogo interdisciplinar entre alunos e professores que tratam do fenômeno lingua(gem) na Amazônia.
Sessões organizadas pelos docentes do PPGLS, a partir de temas acerca de suas linhas de pesquisa e respectivos projetos
14:00 às 16:00 Sessão temática 4 – Paisagens, memórias e (inter)subjetividades
Coordenação: Prof. Dr. Flávio Leonel Abreu da Silveira (PPGLS/UFPA), Profª Drª Marcia Bezerra (PPGA/UFPA)
A proposta do GT é a de discutir temas relativos às paisagens enquanto expressões culturais na (pan)Amazônia inseridas num contexto de globalização cultural e econômica, a fim de refletir sobre as memórias dos grupos sociais – incluindo as diversas formas de patrimônios dos coletivos humanos; saberes e fazeres; narrativas e formas de interação com a biodiversidade. A partir deste enfoque privilegia-se o debate em torno das permanências e das tensões relacionadas às diversas instâncias das memórias locais no esforço das pessoas em manter os vínculos simbólico-afetivos com os seus lugares de pertencimento em um contexto de transformações inerentes aos processos de globalização cultural e econômica. Neste sentido, o tema da (inter)subjetividade emerge com força não apenas pelas complexas interações dos coletivos humanos com o meio – urbano; ecossistêmico -, mas, também, pela importância do seu papel no exercício da pesquisa junto às comunidade amazônicas, onde o pesquisador é afetado pelo contexto sócio-antropológico em que se insere quanto o afeta, na medida em que participa das paisagens do Outro.
Sessões organizadas pelos docentes do PPGLS, a partir de temas acerca de suas linhas de pesquisa e respectivos projetos
16:00 às 18:00 Mesas de Experiencias: diálogos entre academia e comunidade Mesas realizadas concomitantemente, com participação de mestres e narradores de práticas culturais populares e estudiosos acadêmicos dos temas pertinentes a cada mesa (festas, trabalho, crenças, artesanias, etc.)
19:00 às 20:00 Conferência de Encerramento
20:00 Abertura da 1ª Feira do Livro de Bragança-Pa Mostra e venda de livros; performances de leitura e sessão de autógrafos, de autores da literatura da Amazônia

Posted in agende-se - anote, eventos academicos, literatura amazonica, literatura brasileira, literatura paraense | 1 Comment »