Oficina de criação

dezcaminhos

A oficina/mini-curso de criação literária que ministrei em Capanema, pela Editora LiteraCidade, no dia 02 de Maio de 2013, contou com o atencioso público de 92 pessoas. O assunto da oficina, que terminou tendo mais jeito de palestra (ou como me segredaram: aula magna), relacionava à criação literária em prosa ficcional longa, romancesca. Procurei demonstrar aos presentes alguns aspectos que considero importantes para a formação do escritor de prosa de ficção: a importância da leitura dos clássicos; um pequeno roteiro com textos que devem ser lidos em ordem (mais ou menos os mesmos citados no texto “caminhos das pedras” e na oficina ministrada em Marabá em Dezembro de 2012); fiz a leitura de meu texto “A porta de vidro” para conversar sobre as possíveis influências da experiência pessoal no processo criativo; e por fim alguns apontamentos sobre o que escrever, ou melhor, sobre a difícil busca pela “matéria vertente(*)” para a escrita de um romance, já que quase “tudo pode resultar em narrativa, mas nem tudo pode dar um conto, muito menos em romance”, conforme entendo.
O romance além de precisar da “matéria vertente” pode carecer de uma síntese reveladora de essências humanas e possibilitar “retardamento épico” com ações encaixadas (**) que além de prolongarem a narrativa cooperam para a constituição/construção de caracteres/personagens. Outra coisa importante é o fato de o romance se alimentar da própria literatura e de material linguísticos das mais variadas origens. “Em Despropósito (mixórdia)“, por exemplo, tem fragmentos transladados de outros romances, de peças de teatro, de poemas, de letras de canções, de comerciais de tv, de ditos populares, etc.

Registro aqui os agradecimentos a UFPA, campus de Capanema, na pessoa do coordenador Álvaro Lobo, a Gisele Leal, pelo apoio e cessão do auditório, a Simone Vieira, Antonio Erich e Luana Fontel, alunos do curso de Letras da UFPA-Capanema pela ajuda pré-evento e durante o evento. Também agradeço ao pessoal da Associação Cultural  Subsolo Estrupenique.

Abilio Pacheco

(*) matéria vertente – é uma expressão que está no “Grande sertão: Veredas” de Guimarães Rosa.
O narrador Riobaldo diz ao seu interlocutor sobre sua busca: “Eu queria decifrar as coisas que são importantes. E estou contando não é uma vida de sertanejo, seja se for jagunço, mas a matéria vertente”. (http://www.um.pro.br/sertao/?r=p&t=p79&b=e)
(**) conceito oriundo da teoria da narrativa: “uma ação é introduzida numa outra que estava a ser narrada e que depois se retoma” –
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Modo_narrativo)

 

III Ciclo Impertinente

III Ciclo (im)Pertinente – Arte e Narrativa – Memórias do Intraduzível
Certificação (30 horas)

Segunda 01 de Abril

Manhã –  Credenciamento – Hall do Campus de Bragança (UFPA)
Inscrições pelo blog ou na manhã do dia 01 no Hall do Campus

Tarde

14:00 – Mesa de Abertura
15:00 Conferência de Abertura

CINEMA-DOCUMENTÁRIO: NARRATIVAS DE SEGREGAÇÃO E DE RESISTÊNCIA NO ESPAÇO URBANO CARIOCA
Maurício Beck (FAPERJ/LAS-UFF)

17:00 Comunicações coordenadas

A PERSONAGEM INFANTIL EM NARRATIVAS DE CATÁSTROFE E NO CINEMA DE RESISTÊNCIA
Lenice Andrade (Graduação/UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

O OLHAR DA CRIANÇA EM NARRATIVAS DE CATÁSTROFE: REALIDADES E REPRESENTAÇÕES
Marcela Maués (Bolsista de IC PIBIC-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

19:00 Exibição de Filme/Documentário

Terça 02 de Abril

8:00 – Mesa de Trabalhos – Extensão de aula: Representações intelectuais em narrativas contemporâneas
Apresentações Coordenadas por Abilio Pacheco:
Ana Paula, romance Pessach, de Carlos Heitor Cony.
Ana Lúcia, romance Benjamim, de Chico Buarque
Gilmara, romance Horas Nuas, de Lygia Fagundes Teles

11:00 – Conferência – Professora Drª Tânia Sarmento-Pantoja (UFPA)

14:00 Exibição de Filme/documentário

15:00 Sessão de Comunicações coordenadas

NARRATIVAS E FOTOGRAFIAS: memórias do tempo vivido na ruína “Casa e Bazar Nazaré de Izidoro Cunha Júnior”, em Santana do Capim-PA
Adão Souza Borges
Mestrando em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)

A RESISTÊNCIA PELA ARTE, NO ROMANCE CINZAS DO NORTE
Veridiana Valente PINHEIRO – UFPA

A FIGURAÇÃO DO NARRADOR E DO LEITOR NOS ROMANCES CINZAS DO NORTE E CHOVE NOS CAMPOS DE CACHOEIRA.
Regina COSTA (UFPA)
Veridiana Valente PINHEIRO (UFPA)

17:00 Comunicações coordenadas

COMO NARRAR A VIOLÊNCIA QUANDO NÃO É POSSÍVEL FALAR? REFLEXÕES SOBRE A CONTÍSTICA PÓS 64
Suelen Monteiro

O ESPÍRITO DO TEXTO: UM ESTUDO SOBRE A TRADUÇÃO DO ROMANCE TRISTESSA
Neuton Filho

O SIGNIFICADO DE RESISTÊNCIA POÉTICA NA RELAÇÃO TRADUTÓRIA DE RILKE NA AMAZÔNIA
Jairo Vansiler

19:00 – Palestra: A gênese da mixórdia por Abilio Pacheco

Lançamento do Romance Em Despropósito (mixórdia) e do livro de poemas Canto peregrino a Jerusalém Celeste
Bate-papo, leitura de trechos e sessão de autógrafos

Quarta 03 de Abril

8:00 – Mesa de Trabalhos – Extensão de aula – Representações Fragmentárias da Sociedade Brasileira
Apresentações Coordenadas por Abilio Pacheco
Caroline Micilene, romance Ensaio Geral, de Antonio Marcello,
Raísa Guedes, romance O Minossauro, de Benedicto Monteiro,
Fernanda Ramos, Verdes Anos, Luiz Fernando Emediato.

11:00 Conferência Prof Augusto Sarmento-Pantoja (Doutorando DTHL-UNICAMP)

14:00 Exibição de Filme/Documentário

16:00 Comunicações coordenadas

IMAGINÁRIO E REPRESENTAÇÃO DO FEMININO NA MITOPOESE DA MATINTAPERERA
Fernando Alves da Silva Júnior
Mestrando em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Dra. Maria do Perpétuo Socorro Galvão Simões (UFPa)- Orientadora

RASTROS DE RESISTÊNCIA: MARUJADA DE SÃO BENEDITO EM CRÔNICAS DA REVISTA BRAGANÇA ILUSTRADA
Larissa FONTENELE
Mestranda em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

O SURGIMENTO DE UMA VIDA SINGULAR: UM ESTUDO SOBRE A INFÂMIA EM ENEIDA DE MORAES E LYGIA FAGUNDES TELLES
Lilian Lobato do Carmo
Mestranda em Linguagens e Saberes na Amazônia (PPGLS-UFPA)
Tânia Sarmento-Pantoja (UFPa) – orientadora

17:00 Conferência de encerramento

Programação do I Encontro de Pesquisadores de Arte e Narrativa de Resistência

Programação do I Encontro de Pesquisadores de Arte e Narrativa de Resistência

Quinta-feira – Tarde

14:00 Mesa de abertura

14:30 Sessão de comunicações:

Discurso de resistência na Literatura Infantil: Análise de O Mistério de Zuambelê, de Joel Rufino dos Santos.

Ladyana Lobato (UFPa-Abaetetuba)

Especialista em Estudos de Língua e Literatura Vernácula

Especialista em Educação para as Relações Etnicorraciais

A Resistência Negra em Batuque, de Bruno de Menezes

Josiclei de Souza Santos (UFPa-Marabá)

Mestre em Letras Estudos Literários (UFPa)

Resistência e Insubmissão na Literatura Afrodescendente: a “Democracia Racial” no conto Entrevista de Emprego

Auliam da Silva

Graduando em Letras (UFPa-Castanhal)

Mediação: Augusto Sarmento-Pantoja

16:00

Filme: No olho do furacão

Documentário (52 min.).

Direção: Renato Tapajós e Toni Venturi Brasil – 2003

17:00 – Conferência

O mundo imerso No olho do furacão:

Postulações sobre o documentário pós-ditatorial brasileiro

Augusto Sarmento-Pantoja (FACL/UFPA)

Doutorando em Teoria e História Literária (IEL/UNICAMP)

Quinta-feira – Noite

18:30

Vozes submersas do Araguaia: narrativa e história na fala dos camponeses

Abilio Pacheco (UFPa-Bragança)

Mestre em Letras Estudos Literários (UFPa)

19:00

Documentário (73 min)

Camponeses do Araguaia

A guerrilha vista por dentro

Direção: Vandré Fernandes (2010)

20:00

Documentário (50 min.).

Araguaia: campo sagrado,

Direção: Evandro Medeiros – 2011.

21:00

Exibição da Entrevista de Evandro Medeiros

ao programa Diálogo Aberto da TV Nazaré

(50 min)

Sexta-feira Manhã

8:00

Filme (107 min)

Cabra-Cega

Direção: Toni Venturi

9:45 Pausa para café

10:00

Filme (100 min.).

Benjamim

Direção: Monique Gardenberg

Sexta-feira Tarde

14:00

Filme (110 min)

O ano em que meus pais saíram de férias

Direção: Cao Hamburger – 110 min

16:00 – sessão de comunicações

A temporalidade e o duplo, nas obras homônimas, Benjamim

Veridiana Valente Pinheiro

Mestranda em Estudos Literários (UFPa)

O engajamento incidental de Paulo Simões em Pessach, A travessia, de Carlos Heitor Cony

Ana Paula Cardoso Queiroz (UFPa-Bragança)

Bolsista PROEX-Ufpa

A atividade intelectual em xeque: questionamentos sobre a escrita em Ensaio Geral

Caroline Cardoso (UFPa-Bragança)

Voluntária no Projeto Silenciamento e Voz

Mediação:

Tânia Sarmento-Pantoja

Sexta- feira Noite

18:30 – Sessão de comunicações

Reflexo do abjeto em O leite em pó da bondade humana

Ana Mônica (UFPa-Castanhal)

UFPA Interior/PIBIC

Representação da Ditadura Militar em O Gigante Azul, de Ronaldo Mota

Raisa Guedes (UFPa-Bragança)

Voluntária no Projeto Silenciamento e Voz

O Papel da Memória em Era um Menino que Apontava Estrelas de Alfredo Garcia

Raphael Jonatham de Oliveira Soares (UFPa-Castanhal)

Graduando em Letras

Mediação:

Veridiana Valente Pinheiro

20:00 Conferência de encerramento:

A força (resistente) da imagem

Tânia Sarmento-Pantoja (UFPA)

Doutora em Teoria Literária (UNESP)

Mediação:

Abilio Pacheco

Após a conferência

SARAU DA RESISTÊNCIA

Fotos do Sarau e do Pranto de Maria Parda

Algumas fotos do Sarau Lítero Musical em homenagem ao poeta bragantino Jorge Ramos e da apresentação do Pranto de Maria Parda.
No dia 11 de novembro de 2011, durante a VI Jornada de Letras de Bragança.