abilio pacheco

professor de literatura (ufpa), escritor e revisor de textos

Archive for the ‘livro em despropósito’ Category

Luciana Hidalgo sobre Despropósito

Posted by Abilio Pacheco em 7 de março de 2017

Caro Abílio,
finalmente tive tempo para ler seu “Em despropósito (mixórdia)”.
Muito bem escrito. Parabéns. Boa história, a da Irma/Irmã. Muito bem ambientada, a história, no Brasil de Bartolomeu, do nosso velho e violento patriarcado, de mulheres marcadas a ferro. A sua descrição de Marabá (pp.68-69) é um dos meus trechos preferidos – além de outras tantas frases bem trabalhadas alinhavando a prosa. Gosto muito também da metaficção, que permeia toda a narrativa. Incrível, no final, saber que o “não-romance” é fruto de “notas de terapia”. Lembrei-me imediatamente de Serge Doubrovsky e seu “Fils”, é claro. Mas pode ser apenas ficção. Daí a curiosidade: trata-se de uma autoficção? Grande abraço, Luciana.

lucianahidalgo

Luciana,
Eu utilizo boa parte da minha experiência de viver a região sul e sudeste do Pará (este pedaço da Amazônia Brasileira) e também a experiência do trânsito que fiz por lugares onde os personagens passam, mas o romance não é uma auto-ficção.
Grato pela leitura e pelo comentário,
Abilio Pacheco

Posted in livro em despropósito, post outros temas | Leave a Comment »

Despropósito por Aurineide Alencar

Posted by Abilio Pacheco em 28 de setembro de 2013

Bartimário não aceita as condições de vida da mãe, e resolve sair de casa ainda muito jovem, e vai morar sozinho na cidade de Marabá. Lá ele estuda, trabalha, vive uma vida recatada até o dia em que conhece Irma, a sua alma gêmea em Ipixuna.

Os dois se apaixonam. Irma é muita extrovertida, tem muitos parentes em Belém, mas mora sozinha num hotel onde trabalha. Os dois passam a morar juntos como marido e mulher, até que um dia ouvem um noticiário na TV sobre o Massacre de Eldorado dos Carajás. Irma parte imediatamente para Belém. Ele fica, vai no outro dia e no ônibus conhece Noemi, com quem ter uma “paquera”. Mal sabe que era tia de Irma. Vive um drama!

Conhece a família de Irma e passa a conviver com ela, por um longo período, viajando vez por outra para lá. Numa dessas viagens, sofreu um acidente ao descer do ônibus ainda em movimento quebrou-se todo. Acordando já no hospital. Lá percebeu estar sendo cuidado por Leda, dos primos, primas, até do chefe.

Bartimário a partir deste dia mudaria o rumo de sua vida, ele que pouco falava do seu passado. Ruth, numa das viagens dele, resolve perguntar o nome de seu pai, toda a sua trajetória toma, então, um caminho completamente diferente, ao passo que, a partir disso começa a ser desvendado um grande segredo.

Aurineide Alencar
Professora, escritora e cordelista de Dourados-MS
Autora de Nas veredas do Cordel, Ed. LiteraCidade, e outros inúmeros cordeis

Posted in livro em despropósito | 1 Comment »

Por Cris Beskow

Posted by Abilio Pacheco em 11 de julho de 2013

Algumas notas rápidas sobre o “Em Despropósito” – por Cristina Alvares Beskow, via facebook:

Só passando aqui para dizer que li seu livro, assim que vc me deu. Acabei não conseguindo escrever na época… Quando tivermos oportunidade, um dia, conversamos sobre ele. Mas, achei bem interessante o recurso do narrador que não é escritor, mas escreve como forma de terapia, mas ao mesmo tempo acho que algumas palavras muito rebuscadas não convencem muito o leitor sobre este narrador/escritor. Achei a narrativa bem interessante, instigante e o final surpreendente. Só fiquei com a impressão que a surpresa final poderia ter sido mais alimentada. De qualquer maneira, parabéns pela obra!

Posted in livro em despropósito | Leave a Comment »

Comentario por Aurelio

Posted by Abilio Pacheco em 7 de maio de 2013

Resenha feita por Uerbert Aurélio e publicada em:
http://www.skoob.com.br/livro/314574

Posted in livro em despropósito | Leave a Comment »

comentario por magda gobira

Posted by Abilio Pacheco em 30 de abril de 2013

Comentário ao meu Romance “Em Despropósito (mixórdia)” feito por Magda Gobira e postado no facebook.

Posted in livro em despropósito | Leave a Comment »