Dossiê – chamada

Os professores
Abilio Pachêco de Souza (UNIFESSPA),
Arnaldo Franco Junior (UNESP) e
Huarley Matheus do Vale Monteiro (UERR)

estão organizando o dossiê Estudos de Resistência Frente à Catástrofe e ao Estado de Exceção para a
Revista MARGENS (UFPA-Abaetetuba).

Serão aceitos trabalhos sobre produções artísticas (literárias, plásticas, cinematográficas…) inscritos nas categorias da Resistência e/ou do testemunho.

Informações completas: https://bit.ly/2ShHcRP

Recepção dos trabalhos: até 30 de setembro de 2021.
Período de avaliação: até 20 de novembro de 2021.
Publicação do dossiê: Dezembro de 2021.

RESUMO: A produção de um dossiê com o título Estudos de resistência frente à catástrofe e ao estado de exceção surge da necessidade de fortalecer pesquisas sobre as formas de resistência em diferentes linhas de atuação que se afirmam no campo dos estudos literários. Neste sentido, buscamos reunir textos de pesquisadores que colaborem com a qualificação e o desenvolvimento da divulgação científica e intelectual em processos dialógicos entre as áreas de História, Filosofia, Psicanálise, Cinema, Artes Visuais e Literatura. Isto se afirma em razão das significativas reflexões sobre as formas contrárias ao totalitarismo, autoritarismo e outras formas de opressão. As categorias Resistência e Testemunho se fazem presentes em estudos como os de Alfredo Bosi, Augusto Sarmento-Pantoja, Bárbara Harlow, Giorgio Agamben, Jaime Ginzburg, Márcio Seligmann-Silva, Michel Foucault, Paul Ricœur, Tânia Sarmento-Pantoja, Sigmund Freud, Stuart Hall, Theodor Adorno, Tzvetan Todorov, Walter Benjamin, entre outros, que têm apresentado ampla inserção teórico-crítica, em investigações pertinentes aos Estudos Culturais, à Crítica Sociológica, ao Materialismo Histórico e à Análise do Discurso. Essa mobilidade por abordagens teórico-metodológicas diferenciadas é uma consequência dos princípios e razões que regem as categorias Resistência e Testemunho: a necessidade de oposição a forças que tentam a todo custo e das mais variadas formas domesticar, subjugar, submeter, massacrar, destruir. As lutas pela liberdade, pelos direitos humanos e civis fundamentais, por justiça e dignidade são imperativos que compõem o núcleo especulativo da Resistência, pois a categoria oferece muitas possibilidades de reflexão sobre o autoritarismo relacionado aos Estados de Exceção, como é o caso das Ditaduras. A produção de um Dossiê que discuta o tema em tela é, por fim, um esforço de consolidação, disseminação e interconexão do conhecimento científico no tocante às pesquisas pautadas pelo compromisso social. Isto se fortalece ainda mais quando constatamos que, no atual momento, grupos extremistas ocupam as ruas de nosso país em defesa dos valores e práticas da ditadura civil-militar, idealizando-os para, simultaneamente, obstruir o conhecimento crítico pertinente àquele período e também silenciar suas reverberações nas esferas cultural, educacional, social e política. Pensar em alternativas contrárias a tais ações e estratégias de opressão, a exemplo do dossiê Estudos de resistência frente à catástrofe e ao estado de exceção, torna-se um ato indispensável para o pensamento científico contemporâneo.

PALAVRAS-CHAVE: Resistência. Testemunho. Catástrofe. Estado de Exceção.

Aguardamos seu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s