Ainda cabe sonhar

Dos belos poemas e das belas canções que lemos e ouvimos por aí.

Ainda cabe sonhar

”Bordar, num pano de linho
Um poema tambor que desperte o vizinho.
Pintar, no asfalto e no rosto
Um poema alvoroço que adormeça a cidade.
Dançar com tamancos na praça
Cantar, porque um grito já não basta
Esfarrapados, banguelas e
Meninos de rua, poetas, babás.
Vistam seus trapos, abram os teatros,
É hora de começar:
Alerta, desperta, ainda cabe sonhar.
Alerta, desperta, ainda cabe sonhar.”

Da cantata (“Um bastidor de utopias”).

Extraído de [https://www.facebook.com/CaboclaCriacoes/posts/bordar-num-pano-de-linhoum-poema-tambor-que-desperte-o-vizinhopintar-no-asfalto-/1959598120761530/]

https://youtu.be/I2jau8SvPYQ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s