Poema para 2021

Antonio Carlos Secchin publicou este poema para 2021. Mestre é mestre. Irônico e belo poema.

“Uma vacininha”, pelo amor de Deus!”
Clamam em conjunto crentes e ateus.
O povo na rua faz coro, pedinte:
“Vamos nos vacinar contra 2020”.
Duzentos mil mortos perturbam as finanças:
Morreram e deixaram pensões como herança.
Grana brilhando no bolso e na Bolsa;
Esse é o critério para que Deus nos ouça?
Sem crer na lei do bolso, narro:
A vida há de ser nosso bem mais caro.
Que fique então desde já decretado:
Em vez de gente, o medo será confinado.
Declaremos, contra quem nos condena,
Que não morrer vai sempre valer a pena.
E que venha a constar de todo livro:
Brasileiro bom é brasileiro vivo.

Veja a postagem original no facebook:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s