sobre o despropósito

Terminei de fazer a leitura de “em despropósito (mixórdia)”. Confesso que o título do livro não despertaria de imediato meu interesse em lê-lo. É coisa minha ser fisgada pelo nome estampado na capa. Todavia, começada a leitura a primeira impressão dissipou. Fui seduzida pelo enredo que me pareceu confuso, porém instigante, de modo que me fez desejar aprofundar para saber aonde iria dar a continuidade da leitura. Embrenhei-me tentando alcançar a ponta de um fio de meada – o entendimento. E me vi no meio de bifurcações procurando alcançar a intenção do autor entre revelações que não permitiam, de primeira, serem apanhadas pela logicidade e coerência. Daí, creio, vem a tônica inicial de sustentação do interesse de leitura, que tenho como aspecto positivo. Em momento algum durante a leitura, busquei ir para a parte final a fim de antecipar entendimento. A leitura estava gostosa, prazerosa, instigante. Há trechos em que os fios do entendimento (para mim) parecem amarrados, mas logo escapam da tentativa de apreensão de sentido. O inconsciente, pela sua linguagem, não é apreendido obedecendo a uma lógica temporal. Em seu romance Em despropósito (mixórdia) escorreu por entre os lapsos, os vai e vêm, retornos, digressões, que enriqueceram o conteúdo, tornando-o interessante, pois prendeu minha atenção de tal modo que, chegando a parte final, fui tocada por um sentimento de alegria e tristeza. Tristeza por refletir sobre as verdades que ajudam a construir uma história de ficção; e alegria por sentir-me agraciada pelo aspecto relativo ao trabalho do Psicólogo em escutar almas. Isso é algo que tenho grande gosto em fazer.

Abraços!

Ana Meireles

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s