Poemia

POEMIA

Para Abílio Pacheco

A Noite
Surge
Senta
Bebe, bebe, bebe…
Triste e só…

A Noite
Devora
Entorna
E lambe os lábios…

A Noite
Arrota
Dança
E suada e cansada,
Senta-se entre nuvens…

A Noite
Observa
Depara
Olha
Vomita trôpega…

A Noite
Ressurge
Boceja
Adormece assanhada…
Tic Tac … Tic Tac… Tic Tac…

 

Valéria Victorino Valle

Uma resposta para “Poemia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s