Dalcidio no IFPa

CICLO DE PALESTRAS – DALCÍDIO JURANDIR:

100 ANOS DO “ELEGANTE FIDALGO DAS VASTIDÕES MARAJOARAS”

PROGRAMAÇÃO:

25/03 – Manhã:
9h30 – Mesa de abertura: Professor Edson Ary (apresentação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará)
Prof. Edson Franco (Academia de Letras)
Conferências de Abertura:
10h – Prof. Dr. Benedito Nunes:
“Uma abordagem dos romances de Dalcídio Jurandir”
11h – Prof. Dr. Gunter Pressley (UFPa):
“Dalcídio Jurandir, a Crítica e os Estudos”

25/03 – Tarde:
14h – Prof. M.Sc. Luiz Guilherme dos Santos Junior:
“Dalcídio Jurandir: 100 anos de Tra[d]ição Amazônica”
15h – Profª. M.Sc. Rosa Maria (IFPa):
“Vozes de Denúncia Social em Dalcídio Jurandir e Ferreira de Castro”
16h – Ricardo Moura (aluno do IFPA):
“Uma análise de Chove nos campos de cachoeira”
17h – Profª. Esp. Elizabete Lopes (IFPA):
“Um passeio lingüístico na narrativa de Dalcídio Jurandir”
18h – Rafaele Lima (UFPA) e Profª M.Sc. Rosa Pinheiro (IFPA):
“Dalcídio Jurandir e Inglês de Sousa: O imaginário em Três Casas e Um Rio e em A feiticeira e Acauã”
19h – Sarau Literário

26/03 – Manhã:
8h30 – Prof. M.Sc. Nilo Carlos Souza (IFPA):
“O mito em Dalcídio Jurandir”
9h30 – Prof. M.Sc. Alfredo Garcia (FEAPA):
“O jornalista Dalcídio Jurandir”
10h30 – Prof. M.Sc. Augusto Sarmento-Pantoja (UEPA):
“Degradação e Feminilidade em Chove nos Campos de Cachoeira”
11h30 – Prof. M.Sc. Abílio Pacheco (IFPa):
“Por uma fisiognomia de Belém em Dalcídio”

26/03 – Tarde:
14h – Profª. Esp. Antoinette Francês e Profª. Esp. Leila Sodré (IFPA):
“Aspectos da linguagem em Dalcídio Jurandir”
15h – Prof. Marcelo Lopes (UEPA):
“Uma análise de Belém do Grão-Pará”
16h – Profª. Esp. Maria da Luz (IFPA):
“Análise da personagem Libânia do romance Belém do Grão-Pará”
17h – Profª. Drª. Tânia Sarmento-Pantoja (UFPA):
“Território Estético em Dalcídio Jurandir e Milton Hatoum”
18h – Profª. Drª. Marli Furtado (UFPA):
“De Primeira Manhã a Os habitantes: As perambulações de um ginasiano culpado, em Dalcídio Jurandir”

Observação:
As inscrições devem ser feitas antecipadamente.
Informações: Ligue para ASCOM – 3201-1839.
Haverá certificação – 20 horas.

Centenário Dalcidio Jurandir

Programação em homenagem ao Centenário do Escritor Dalcídio Jurandir.

Encontros com Dalcídio: “a farinha-d’água dos meus beijus.”
Auditório David Muffarrej – 19h
Mediador: Paulo Nunes – UNAMA
16.03 ( 2ª. feira) Dalcídio Jurandir e Bruno de Menezes
Maria de Belém Menezes e Rosa Assis – UNAMA
Dalcídio Jurandir e Graciliano Ramos
Marli Furtado – UFPA

17.03 ( 3ª. feira) Dalcídio Jurandir e Eneida
Josse Fares – UNAMA e Josebel Akel Fares – UEPA
Dalcídio Jurandir e Benedito Monteiro
José Guilherme Castro – UNAMA

18.03 ( 4ª.feira) Dalcídio Jurandir e Ferreira de Castro
Amarílis Tupiassú – UNAMA
Dalcídio Jurandir e Lindanor Celina
Rosa Assis e Paulo Nunes – UNAMA

19.03( 5ª. feira) Dalcídio Jurandir e Guimarães Rosa: na recepção
e crítica de Álvaro Lins
Günter Pressler – UFPA

 

Confira toda a programação do evento nestes e em outros dias fazendo o download.

Professor Abilio Pacheco
Instituto Federal – IFPa

Via Atlântica nº 14

Chamada para publicação em revista acadêmica

Nome da revista: Revista Via Atlântica.
Instituição: Pós-graduação da USP.
Organizadores: José Nicolau Gregorin Filho e Maria Zilda da Cunha.
Edição: Dossiê nº 14.
Tema: Literatura e Literariedade no Universo da Criança e do Adolescente.
Prazo: 20 de março.
Email para contato: cep@edu.usp.br
Chamada completa: solicitar por email.
Forma de publicação: apenas virtual (??).
Periodicidade: semestral.
Observação: Edições anteriores disponíveis para download.
Qualis: ???.

 

Informação ainda não ratificada.

 

Veja outras chamadas.

Morfologia dos filmes baseados em HQ

8 regras (sem sentido) seguidas por todos os filmes de quadrinhos:

8) O primeiro filme requer uma história de origem tediosa;
7) As sequências devem apresentar múltiplos vilões;
6) Na parte 2, o herói deve revelar sua identidade a alguém;
5) A parte 3 deve retratar uma versão maligna do herói;
4) O herói deve perder seus poderes em algum momento;
3) Os vilões devem invadir o esconderijo secreto do herói;
2) Um vilão deve se redimir;
1) O terceiro filme reinicia a franquia.

Os autores do blog (8 jovens de 16 a 19 anos) não tiveram nenhuma pretensão acadêmica e nenhum rigor científico, mas a perspicácia de notarem certos padrões e de montarem para estes filmes uma morfologia, que muito faz lembrar Propp e que melhor proveito poderia ter se comparada a sua Morfologia dos contos de Fadas, é digna de elogio.

Aqui postei apenas os títulos das regras, vale a pena ler a explicação detalhada no site (leia também os comentários) e – quem sabe – desenvolver a ideia em algum trabalho acadêmico de graduação ou pós. O caminho está aberto e a dica apresentada. Quem quiser se aventurar, boa sorte, e não se esqueça dos créditos ao giiblog e – se não for pedir muito – a este blog/site.

Abilio Pacheco