abilio pacheco

professor de literatura (ufpa), escritor e revisor de textos

Divulgação

Posted by Abilio Pacheco em 21 de janeiro de 2009

Para divulgar o livro redigi o seguinte texto com o qual perturbei alunos, amigos e colegas de trabalho:

“Depois de mais de 15 anos escrevendo poemas aqui e ali conforme a vontade se impunha, resolvi escolher alguns deles e publicá-los na forma de livro, cujo substantivo do título remete – segundo o dicionário Houaiss – a idéia de incrustação de pequenas peças sobre uma superfície, pavimento composto de ladrilhos ou pequenas peças variadas, pavimentação composta de pequenas pedras brancas e pretas dispostas em calçadas [como em Belém, Bragança, Marabá e outras cidades paraenses] e a conjunto de elementos justapostos ou conglomerados.

Muito deveria discorrer sobre as dificuldades que os autores iniciantes têm de obter apoio para publicação, isto tanto por parte de editoras quanto pelo poder público, mas eu terminaria caindo lugar comum, por ser algo tão notório. Assim, devo dizer que publiquei o livro sem nenhum patrocínio ou apoio governamental, mas acrescento que não fiz um investimento financeiro, pois não busco obter lucros com as vendas, se há algum investimento, ele é meramente subjetivo (até porque pretendo encaminhar uma quantidade significa de exemplares para algumas bibliotecas públicas em várias cidades).

Agora com o livro publicado, conto com a ajuda de colegas de trabalho, de alunos, de amigos e conhecidos, para tentar resgatar os valores gastos com diagramação, revisão, publicação, capa, transporte de exemplares, gasto com correio, etc. (eu mesmo antes não tinha noção de quantas outras coisas se gasta para poder o livro chegar a termo)”.

2 Respostas to “Divulgação”

  1. Eliete Costa said

    Parabéns!!!!!!!!! Vc sabe o quanto o admiro. Vc é capaz e iluminado.
    Com certeza vou adquirir seu livro.
    Vá em frente e com determinação.
    Bjos

  2. Lene Sousa said

    Olá Abilio,

    Mosaico Primevo parece-me uma reunião despretensiosa de textos aparententemente ao léu, com sentido e qualidade de gente grande. Eis um poeta e escritor escondido emergindo ao mundo real, ficcional, fragmentário, absorto, instigante… Bem vindo ao celeiro dos que conseguem dizer muito com poucas palavras.

    Com carinho,

    Lene

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: